domingo, 30 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 158

 - Captain America and The Falcon nº 158 (Fevereiro de 1973)
> Publicada no Brasil na revista Almanaque do Capitão América nº 30, pela Editora Abril ("A Explosão do Crime")


História:

* "The Crime Wave Breaks" - Escrita por Steve Englehart, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten

Com suas últimas forças, o Capitão América consegue alcançar o cilindro com o antídoto para o veneno do Víbora (Asa Vermelha, a ave de estimação do Falcão só obedece os comandos de seu dono, que está desacordado). O herói consegue tomar parte do elixir e divide o mesmo com seu parceiro. Com isso, os dois estão salvos. Porém, um efeito colateral acontece com o Capitão América, que percebe que sua força e resistência aumentaram muito além da sobre-humana.

A dupla se separa e investiga o paradeiro e a identidade do misterioso Encapuzado. Capitão América vai até a casa do Sargento Muldoon (seu superior, quando em sua identidade secreta como policial), descobrindo que o afastamento dele pode ser um jogo de conspiração do vilão. Muldoon, no entanto, acredita que o Encapuzado é... Steve Rogers, a identidade secreta do Capitão. Já o Falcão consegue chegar até o esconderijo do Víbora e, tomando o restante do antídoto contra os novos venenos do vilão, consegue derrotá-lo. O Víbora não revela quem é o Encapuzado, mas avisa que uma onda de crimes como jamais vista irá devastar a cidade.

Continua...

sábado, 29 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 157

 - Captain America and The Falcon nº 157 (Janeiro de 1973)
> Publicada no Brasil na revista Almanaque do Capitão América nº 30, pela Editora Abril ("O Veneno do Víbora")


História:

* "Veni, Vidi, Vici: Viper" - Escrita por Steve Englehart e Steve Gerber, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten

O Capitão América sofre um atentado a bomba a mando do misterioso vilão conhecido como O Encapuzado.

Falcão vai até o local da explosão, nada encontrando entre os escombros... nem mesmo o corpo do herói. Porém, é atacado e envenenado pelo vilão conhecido como Víbora, que se diz um ex-publicitário que entrou para a vida do crime e foi contratado pelo Encapuzado. Dotado de vários dardos envenenados, Víbora se surpreende quando o Falcão recebe o auxílio do... Capitão América... que escapou da emboscada.

Em um momento de impasse, Víbora é detido pelo herói e negocia sua liberdade em troca do antídoto que salvará a vida do Falcão. Capitão América deixa o vilão fugir e este cumpre o trato jogando o antídoto. No entanto, antes de fugir, envenena também o Capitão América com um poderoso veneno paralisante.

Continua...

A+:

* Primeira aparição do vilão Víbora. No Universo Marvel, ele é irmão de outro vilão, com temática e uniforme parecidos, o Enguia. Com o passar do tempo, outros personagens assumiriam o codinome "Víbora", mas não exatamente com as mesmas características. Uma das mais famosas a usar esse codinome foi a Madame Hidra.

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 156

 - Captain America and The Falcon nº 156 (Dezembro de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 26, pela Editora Abril ("Capitão América contra Capitão América")


História:

* "Two Into One Won't Go" - Escrita por Steve Englehart, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Frank McLaughlin

O verdadeiro Capitão América parte para as ruas de Miami a procura do falso Capitão América (que considera a distorção de tudo aquilo em que ele acredita).

Enquanto Sharon Carter e Falcão dão conta de Bucky, o embate entre os dois Capitães se dá de uma forma quase pública, com a população sendo testemunha da batalha. Quando o verdadeiro conta detalhes de sua vida passada, o falso Capitão nota que, de fato, está diante do primeiro herói a usar esse nome. Porém, sua reação (provocada pelo soro do supersoldado, aplicado de forma errada em seu corpo) é de extrema fúria. Fúria descontrolada que faz com que seje nocauteado pelo verdadeiro Capitão América e derrotado diante da população.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 155

 - Captain America and The Falcon nº 155 (Novembro de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 26, pela Editora Abril ("A Incrível Origem do Outro Capitão América")


História:

* "The Incredible Origin of the Other Captain America" - Escrita por Steve Englehart, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Mort Lawrence


Os homens que se passam por Capitão América e Bucky chegam até a praia onde Steve Rogers (o verdadeiro Capitão) e Sharon Carter vivem sua lua de mel. Nem mesmo a intromissão do Falcão impede que todos sejam capturados.

No cativeiro, todos ouvem a verdade sobre este mistério. O falso Capitão América foi um professor que era muito fã do herói. Fã a ponto de encontrar, na Alemanha, uma anotação onde se via a fórmula do supersoldado, a mesma substância responsável em tornar o franzino Steve Rogers no muscusloso Capitão América. Encontrando um rapaz com o qual começa uma amizade (e que também é fã do herói da Segunda Guerra, a ponto de se chamar Bucky), o professor replica a fórmula através das anotações e aplica em si mesmo e em seu novo amigo. De fato, há um aumento de força na dupla. Mas, diferente do que foi feito com o verdadeiro Capitão, não receberam o banho com raios vita. A dupla começa a agir como Capitão América e Bucky. Para se parecer ainda mais com o herói, o professor faz uma plástica que lhe dá o rosto de Steve Rogers.

O soro, no sangue da dupla começou a torná-los diferentes e eles chegam a espancar vários inocentes. São detidos pelo governo americano mas, ao que parece, alguém os descongela novamente.

Dentro do cativeiro, Capitão América, Falcão e Sharon conseguem escapar das cordas com as quais foram amarradas... e estão prontos para enfrentar o falso Capitão América.

Continua...

A+:

* Quando o Capitão América foi criado, na década de 40, por trazer os ideiais americanos, foi um sucesso imediato devido a Guerra Mundial que desenrolava. Com o final da guerra, no entanto, o personagem foi perdendo seu apelo, até ter suas histórias canceladas.

Na década de 50, surgiu uma nova tentativa que revitalizá-lo, dessa vez enfrentando comunistas ao invés de nazistas. Nessa época, por mais estranhas que parecessem, as histórias davam idéia de que se tratava de uma continuação do mesmo herói. Não fez lá muito sucesso. Nota algumas páginas desse período são utilizadas nessa história, quando o falso herói recorda seu passado.

Mas foi na década de 60, com a criação do Universo Marvel, que o herói voltaria a brilhar nos quadrinhos. E com um fator que foi importante para a mitologia do personagem. Fator que não existia nas décadas passadas: continuidade. Ela explicava que o Capitão América não sumiu dos quadrinhos, mas foi congelado, sendo trazido a vida décadas depois. O problema com essa explicação é que remetia ao herói que sumiu na década de 40. Mas, se assim fosse... onde se encaixavam suas "novas" histórias na década de 50?

Pois bem, para isso criou-se a explicação de que, nos anos 50, o Capitão América era OUTRA PESSOA. Aqui, esse OUTRO Capitão América é reinserido nos quadrinhos, fechando assim as lacunas editoriais que separaram o personagem do público durante alguns anos.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 154

 - Captain America and The Falcon nº 154 (Outubro de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 25, pela Editora Abril ("O Falcão Luta Sozinho")


História:

* "The Falcon Fights Alone" - Escrita por Steve Englehart, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten


Falcão é capturado pelo supostamente falso Capitão América e Bucky, que provam não ser nada heróicos uma vez que confessam, pasmem, estar espancando negros no Harlem para atrair o herói. Mas quem são eles, afinal?

Levado para um cativeiro, Falcão acaba recebendo a ajuda de diversos moradores, que invadem o local e espancam Bucky. O "Capitão América" vendo que está em desvantagem (e com um falso escudo, que é facilmente amassado) tenta fugir levando o Falcão, mas o herói consegue escapar.

O herói vai até os Vingadores para pedir ajuda contra o impostor. A idéia é que o grupo cuide dele enquanto Falcão vai até o verdadeiro Steve Rogers para alertá-lo. É quando o andróide Visão entra e diz que o Capitão estava na sala de monitores. Tratava-se do impostor... que acaba escutando sobre o local onde Steve Rogers está viajando com Sharon Carter e, agora, parte para enfrentá-lo também.


Continua...

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 153

 - Captain America and The Falcon nº 153 (Setembro de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 25, pela Editora Abril ("Capitão América: Herói ou Bandido?")


História:

* "Captain America: Hero or Hoax?" - Escrita por Steve Englehart, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Jim Mooney

Nick Fury vai até o apartamento de Steve Rogers para tirar satisfações quanto a seu envolvimento com Valentina, sua amada. Utilizando uma espécie de exoesqueleto, o agente da SHIELD se torna praticamente páreo para derrotar o herói.

Sharon Carter e Falcão alertam Valentina, que chega ao local e dá uma dura em Nick Fury, declarando que tudo não passa de um mal entendido, no qual ela tentou lhe causar ciúmes por conta do agente se dedicar muito a agência e a deixar de lado. Roupa suja lavada, o agente e o herói apertam as mãos e colocam uma pedra em cima desse assunto.

Mas a agente Sharon Carter aproveita para pedir demissão da SHIELD. Não por conta da confusão, mas por realmente querer estar ao lado de seu amado Steve Rogers. Os dois aproveitam para se despedir do Falcão, pois decidem viajar para as Bahamas e aproveitar uma espécie de lua-de-mel, tirando folga de suas aventuras.

Quando o Falcão retorna ao Harlem, descobre que um herói anda espancando pessoas no bairro. Para sua imensa surpresa, trata-se de ninguém menos que... Capitão América????

Falcão investiga e acaba encontrando aquele que julga ser o falso Capitão. Após conseguir ludibriá-lo, fica estarrecido ao tirar a máscara do herói e descobrir que se trata de... Steve Rogers! E, como se essa surpresa não fosse pouco, o herói ainda é atingido pelas costas por alguém mais surpreendente do que essas revelações: Bucky, o antigo parceiro do Capitão na Segunda Guerra.

O que está acontecendo, afinal?

Continua...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 152

 - Captain America and The Falcon nº 152 (Agosto de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 24, pela Editora Abril ("A Noite do Terror")


História:

* "Terror in the Night" - Escrita por Gerry Conway, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Frank Giacoia

Falcão auxilia e consegue pistas do paradeiro de Sharon Carter, que foi sequestrada pelos vilões Escorpião e Mister Hyde. Enquanto isso, Steve Rogers, valendo-se de sua identidade secreta como policial, fica sabendo que seu superior, um homem severo mas aparentemente justo, está sendo condenado pela corregedoria, podendo até mesmo ser preso.

A dupla de heróis chega até o covil dos vilões e, após árdua batalha, conseguem derrotá-los e livrar a agente sequestrada.

Na SHIELD, Nick Fury se mostra irritado, uma vez que sua garota, a agente Valentina, estava dando em cima do Capitão América. Para o líder da SHIELD, o herói também alimentava interesse nela. Acontece que nada mais era do que uma forma de Valentina causar-lhe ciúmes, uma vez que ele está imerso em suas missões e parecia colocá-la em segundo plano. O "charme" de Valentina, pelo jeito, parece ter causado mais confusão do que ela imaginava...

A+:

* Aqui é demonstrado o potencial tanto do escudo quando da própria força física do Capitão América (que, desde sua estréia, destacava mais seus dotes acrobáticos e de combate). O escudo não consegue sequer ser riscado pelo vilão Mister Hyde. Já o Capitão América, para surpresa de todos, derrota o mesmo vilão com um fortíssimo soco. Acontece que Hyde, após ingerir uma fórmula criada por ele, adquiriu força sobre-humana. Porém, em um momento de tensão, o Capitão América demonstra ser páreo para tamanha ameaça.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 151

 - Captain America and The Falcon nº 151 (Julho de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 24, pela Editora Abril ("As Duas Sombras da Morte")


História:

* "Panic on Park Avenue" - Escrita por Gerry Conway, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Vince Colletta

Os vilões Escorpião e Mister Hyde atacam Steve Rogers aparentemente sem nenhum motivo. Teriam eles descoberto a identidade secreta do herói? Não. Na verdade sabem que ele é uma espécie de contato com a SHIELD (devido ao seu envolvimento com Sharon Carter) e, como descofiam que ficaram encarcerados pela agência, que realizou experiências com os dois (na verdade, foram clonados por outro vilão), tencionam chegar até eles usando a força.

Apesar do Capitão América contar com a ajuda do Falcão para detê-los, os vilões conseguem sequestrar Sharon Carter.

Continua...

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 150

 - Captain America and The Falcon nº 150 (Junho de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 23, pela Editora Abril ("O Comprador de Almas")


História:

* "Mirror, Mirror..." - Escrita por Gerry Conway, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten

Apesar do empregador de Batroc se parecer com o vilão Estranho, trata-se de uma espécie de cópia interdimensional dele chamado Jakar (porque criar uma cópia interdimensional de um vilão que já era obscuro... isso só os deuses sabem...).

Jakar veio de uma dimensão acometida por uma doença cósmica que deixou todos os habitantes de seu planeta em coma. Sendo o único sobrevivente, adentrou nossa dimensão afim de capturar a energia vital das crianças sequestradas para dar vida novamente a seu mundo.

Após escaparem do cativeiro do vilão, Capitão América e Falcão o derrotam e provam que seu plano de reviver seu planeta não daria certo. Para fazê-lo ouvir a razão, o Capitão América mostra a imagem da esposa do vilão, em estado de choque. Após Jakar transformar a si mesmo em energia e ser lançado no espaço, a dupla de heróis ainda captura Batroc, que desejava vingança contra Jakar e tentava fugir após a aventura.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 149

 - Captain America and The Falcon nº 149 (Maio de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 23, pela Editora Abril ("Todas As Cores do Mal")


História:

* "All The Colors... of Evil" - Escrita por Gerry Conway, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Jim Mooney

Crianças começam a ser sequestradas no Harlem e o Falcão investiga esse mistério.

Enquanto isso, o Capitão América revela a Nick Fury que se alistou na polícia. Estranhamente, o líder da SHIELD se enfurece, expulsa o herói da agência e proíbe qualquer um de seus agentes de falar com ele... inclusive a amada do herói, Sharon Carter.

O Capitão América investiga o ressurgimento de um antigo inimigo, Batroc, o que o leva até o Harlem. O herói pede ajuda do amigo Falcão, mas este está imerso na investigação do sequestro de crianças. Os dois casos, no entanto, parecem interligados, uma vez que é Batroc quem anda sequestrando crianças para seu novo empregador. Essa coincidência faz com que os heróis trabalhem juntos, afinal.

Batroc revela que seu empregador é o vilão conhecido como... O Estranho.

Continua...

domingo, 16 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 148

 - Captain America and The Falcon nº 148 (Abril de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Marvel Especial nº 9, pela Editora Abril ("O Despertar do Hibernante")


História:

* "The Big Sleep" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por Sal Buscema

O verdadeiro vilão por trás de todas as ações da Hidra revela ser... o Caveira Vermelha! Na verdade, ele explica que a própria Hidra é uma espécie de grande plano para executar o Quarto Reich do nazismo.

O plano do Caveira Vermelha está em liberar o Quinto Hibernante. Dessa vez, sendo um robô muito maior do que os antecessores, a idéia é espalhar um gás mortal para qualquer ser vivente através dele. O alvo: a cidade de Las Vegas. Por enquanto, sua exigência é que o Capitão América venha até ele sozinho. Uma inusitada aliança se forma entre Capitão América/Falcão e o Rei do Crime. Esse último, convoca vários criminosos de Las Vegas para auxiliarem a deter o Hibernante.

O Capitão América entra no Hibernante, onde o Caveira Vermelha comanda o robô. Como as agentes da SHIELD e os criminosos do Rei atacam ao mesmo tempo, o vilão entende que o trato foi quebrado e começa a movimentar o Hibernante até a cidade. Com o auxílio do Falcão, o Capitão América consegue derrotar o Caveira (que despenca para a morte ao chegar muito perto de uma abertura no robô) e destruir os comandos e o próprio Hibernante.

sábado, 15 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 147

 - Captain America and The Falcon nº 147 (Março de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Marvel Especial nº 9, pela Editora Abril ("No Covil da Hidra")


História:

* "And Behind The Hordes Of Hydra" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten

Durante a batalha entre os agentes da Hidra, o Capitão América e as agentes da SHIELD lideradas por Valentina, um misterioso vilão ameaça implodir o local, matando a todos. Uma mulher, que se revela a esposa desse misterioso vilão, impede que ele o faça.

O líder da Hidra aciona um dispositivo que, aparentemente, eletrocuta a desacordada Sharon Carter. Capitão América, desesperado por ter perdido sua amada, ataca o Supremo líder e tira sua máscara... revelando ser o jovem Richard Fisk. É quando o misterioso vilão por trás da organização, chocado, também se revela. Trata-se de Wilson Fisk, pai de Richard, conhecido pelo codinome de... Rei do Crime.

Vanessa Fisk, esposa do Rei, explica que Richard se envolveu com a Hidra após seu pai ter entrado em choque ao descobrir que o filho era o líder de uma organização criminosa rival, na ocasião em que enfrentavam o Homem-Aranha. Desde então, ascendeu para a liderança como o novo Supremo Hidra e utilizou a organização para recuperar seu pai, que ainda se encontrava em estado de choque. No entanto, permaneceu com sua identidade em segredo.

Richard escapa da base da Hidra, sendo perseguido pelo Capitão América. Seguindo-o até um prédio, o herói descobre que o Rei do Crime está envolvido com a Hidra. Ao enfrentar o volumoso vilão, acaba recebendo a repentina ajuda do Falcão, convocado por Nick Fury para auxiliar o Capitão. Mesmo assim, ao dominarem o Rei, descobrem que ainda há outra pessoa por trás dos últimos acontecimentos.

A+:

* O Rei do Crime, vilão criado em Julho de 1967 por Stan Lee e John Romita Sr para as histórias do Homem-Aranha, é um dos mais notórios líderes do submundo no Universo Marvel. Não tem exatamente um superpoder, mas seu corpo volumoso engana quem pensa se tratar apenas de obesidade. Onde se imagina haver apenas gordura, na verdade estão músculos, fruto de um rigoroso condicionamento físico que o vilão se condicionou ao longo dos anos, que lhe deu força e agilidade beirando o sobre-humano.

Com o tempo, o Rei do Crime enfrentou vários personagens da Marvel, focando sua rivalidade em heróis mais urbanos, devido a sua área de atuação. Apesar de ter sido criado como inimigo do Homem-Aranha, ficou sendo mais conhecido como arqui inimigo do herói Demolidor.

Richard Fisk, filho do Rei, atuou no submundo sob diversas identidades secretas, sempre rivalizando com o pai ou tentando ajudá-lo de alguma maneira. No entanto, suas intenções sempre pareceram ser melhores que as do Rei.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 146

 - Captain America and The Falcon nº 146 (Fevereiro de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Marvel Especial nº 9, pela Editora Abril ("Armadilha Diabólica")


História:

* "Mission: Destroy the Femme Force" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten

Mesmo após ser atingida por um disparo, a agente Sharon Carter conseguiu sobreviver. Porém, ficou gravemente ferida. O avião atacado pelos agentes da Hidra é estabilizado e Sharon é levada a um hospital. Mas outros agentes da Hidra invadem o local e levam-na para sua base, afim de atrair a atenção do Capitão América.

O plano da Hidra dá certo e o Capitão América, juntamente com o grupo de mulheres agentes da SHIELD, lideradas por Valentina, invade a base dos terroristas. Por trás da ação do maligno grupo, até mesmo o líder deles teme um misterioso financiador que a tudo observa.

Continua...

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 145

 - Captain America and The Falcon nº 145 (Janeiro de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Marvel Especial nº 9, pela Editora Abril ("O Avião da Morte")


História:

* "Skyjacked" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por Gil Kane e John Romita Sr, artefinalizada por John Romita Sr

A SHIELD designa o Capitão América para acompanhar a Força Feminina (grupo de mulheres agentes lideradas por Sharon Carter) em um ataque a base da organização terrorista Hidra.

O Avião que as leva, no entanto, é interceptado em pleno ar devido a uma agente dupla que as acompanha. Após a batalha dentro da nave, um disparo de um integrante da Hidra atinge Sharon, deixando o Capitão América desesperado... pois sua amada pode ter sido morta.

Enquanto isso, Nick Fury convoca o Falcão para tentar salvar a missão, que parece ter dado errada.

Continua...

A+:

* A agente Sharon Carter atua pela SHIELD atendendo pelo codinome de Agente 13. Nessa edição, é mostrada que há uma Agente 14. Trata-se da Condessa Valentina, antiga integrante da SHIELD e que já foi amante de Nick Fury. Aqui, as duas fazem o papel de rivais, tanto quanto ao que diz respeito ao comando do grupo, quanto para conquistar o coração do Capitão América. Valentina o faz, no entanto, mais para criar ciúmes em Sharon.

domingo, 9 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 144

 - Captain America and The Falcon nº 144 ( de 1971)
> Publicada no Brasil na revista O Homem-Aranha em Cores nº 5 pela Editora Ebal ("Hidra Acima de Tudo" e "Falcão Luta Sozinho")


História:

* "HYDRA Over All" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por John Romita Sr
* "The Falcon Fights Alone" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por Gray Morrow


Edição dividida em duas histórias, uma vez que o título agora se chama Capitão América E Falcão, apesar da dupla estar se separando.

Na primeira história, Nick Fury, Capitão América e agentes da SHIELD atacam uma reunião dos terroristas da Hidra, demonstrando ao presidente que sua agência merece o investimento necessário para sua expansão. Na verdade, tudo não passa de uma simulação com andróides que simulam os terroristas. Andróides que estão na intenção de Fury de serem produzidos caso o investimento seja aprovado. Para a decepção de Fury, no entanto, o presidente se mostra relutante em liberar qualquer quantia.

Na segunda história, Falcão percebe que sua parceria com o Capitão América o tem atrapalhado em dedicar-se a seu bairro e a seu povo, bem como a luta pela igualdade racial. Decidido a agir sozinho, muda também seu uniforme, marcando uma nova fase em sua vida. Ao livrar um garoto negro de traficantes brancos, o herói é bem aceito pela comunidade... para orgulho do Capitão, apesar de sentir certa tristeza em perder seu parceiro.

A+:

* O escritor Gary Friedrich não poupa esforços para criticar o governo americano da época. Para tanto, utiliza-se da língua ácida de Nick Fury, que critica a comissão presidencial no que diz respeito a não liberarem verba para a expansão de sua agência. Diz claramente que, ao invés de perderem tempo investindo na guerra do Vietnã, poderiam focar mais na segurança interna do país. Inclusive, o presidente em pessoa aparece na história. Trata-se do polêmico Richard Nixon, muito criticado pelos escândalos que seu governo proporcionou.

* A independência do Falcão também marca um importante ponto no que tange a igualdade racial. Dessa forma, desvincunlando-se do Capitão América, teria-se um herói negro agindo sem uma espécie de liderança de um herói branco.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 143

 - Captain America and The Falcon nº 143 (Novembro de 1971)
> Publicada no Brasil na revista O Homem-Aranha em Cores nº 2, 3 e 4 pela Editora Ebal ("Confusão no Harlem")

História:

* "Power To The People" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por John Romita Sr

Falcão investiga o crescimento da Milícia do Povo, dentro do Harlem, grupo que está sendo liderado por um misterioso encapuzado que os incita a usar violência para lutar pela igualdade racial dentro do bairro (e até chocar o mundo para essa questão). O interesse romântico do herói, Leila, está envolvida com essa milícia, sendo ela quem o apresenta. Sam não é bem recebido por ser considerado um traidor da raça.

O Capitão América se envolve na questão e descobre que o encapuzado é ninguém menos que o seu arqui inimigo, o Caveira Vermelha, que usa seu mesmo discurso de ódio nazista em um versão que incite os negros a tomarem o poder. Com a revelação, no entanto, os cidadãos do bairro percebem que estavam sendo enganados e desistem de segui-lo. Após a derrota o vilão foge da dupla de heróis.

A tensão gerada pela questão racial permanece no ar, apesar dos protestos violentos terem sido cancelados. Mas o acontecimento abala a amizade do Capitão com o Falcão, sendo que esse último considera que o parceiro não sabe a real necessidade de igualdade de sua raça. É o Capitão América sentindo que está perdendo mais um parceiro.

A+:

* A Editora Ebal aproveitou que a história foi dividida em capítulos dentro do título original e os separou em três edições da revista do Homem-Aranha, fazendo com que a história ficasse com menos páginas.

* Em certo momento, Leila usa a frase "negro é lindo" dentro da Milícia. Essa frase era uma das premissas do movimento Black Power, surgido nos Estados Unidos em 1960, na luta pelos direitos civis dos negros.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 142

 - Captain America and The Falcon nº 142 (Outubro de 1971)
> Publicada no Brasil na revista O Homem-Aranha em Cores nº 1, pela Editora Ebal ("E no final...")


História:

* "And in the End" - Escrita por Gary Friedrich, desenhada por John Romita Sr, artefinalizada por Joe Sinnott

Capitão América e Falcão entram na base militar afim de deter que o vilão Gárgula Cinzento se apodere do poderoso explosivo conhecido como Elemento X.

Com ajuda do mascote Asa Vermelha, a dupla consegue prender o vilão em um compartimento onde ele comete um erro fatal: ao tentar sair, toca da porta de metal com sua mão direita, transformando-a em pedra. Preso dentro do compartimento (que pertence a um foguete) é lançado ao espaço, onde não poderá causar nenhum problema.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 141

 
 - Captain America and The Falcon nº 141 (Setembro de 1971)
> Publicada no Brasil na revista Capitão Z Especial nº 9, pela Editora Ebal ("A Incrível Aliança")


História:

* "The Unholy Alliance" - Escrita por Stan Lee, desenhada por John Romita Sr, artefinalizada por Joe Sinnott

O Capitão América encontra o Falcão transformado em pedra pelo Gárgula Cinzento, porém ainda se movendo (ao contrário de outras vítimas do vilão). Preocupado com o parceiro, o leva até o porta-aviões da SHIELD, onde Sharon Carter e mesmo Nick Fury não sentem que essa foi uma boa idéia.

De fato, nessa forma petrificada, o Falcão também está dominado mentalmente pelo vilão e ataca os agentes da SHIELD, permitindo que o Gárgula Cinzento consiga invadir o porta-aviões. Como medida de segurança, Nick Fury manda acionar o dispositivo que irá explodir a nave em três minutos. Na fuga da tripulação, o Gárgula transforma em pedra o próprio Fury e Sharon Carter, deixando o Capitão América praticamente sozinho e com pouco tempo para salvá-los. No meio da batalha, o herói faz com que o Gárgula toque o computador que controla a autodestruição, impedindo assim a tragédia.

Mesmo depois de salvar o aéro-porta-aviões, o Capitão América tem que evacuar a nave pois a mesma se aproxima da montanha onde está escondido o Elemento X, poderoso explosivo que o Gárgula ambiciona possuir. O Falcão, mesmo sob o domínio do vilão, consegue resistir tempo o suficiente para o efeito petrificante desaparecer e ele ajudar o Capitão América a levar as "estátuas" de Fury e Sharon. Porém, na confusão, o Gárgula consegue invadir a montanha, deixando o mundo a mercê de sua maior ameaça.

Continua...

A+:

* Para subir até o porta-aviões voador da SHIELD, seus agente são "puxados" por uma raio de tração chamado Raio Magna.

* Essa história marcava o último número da revista Capitão Z Especial em Cores, publicado pela Editora Ebal. Tendo o Capitão América como carro-chefe, a editora apostou nessa coleção diversificada com capa cartonada/plastificada e, diferente de suas publicações anteriores, em cores. Mas já vinha dando sinais de enfraquecimento, dando até explicações do porque da capa não vir plastificada na última edição (alto custo). Mesmo assim, as aventuras do Capitão América continuaríam a ser publicadas pela editora, só que na revita do Homem-Aranha... que também não estava tão por cima assim, tornando-se uma publicação bimestral.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 140


 - Captain America and The Falcon nº 140 (Agosto de 1971)
> Publicada no Brasil na revista Capitão Z Especial nº 8, pela Editora Ebal ("Nas Garras do Gárgula")


História:

* "In Te Grip Of Gargoyle" - Escrita por Stan Lee, desenhada por John Romita Sr, artefinalizada por George Roussos


Capitão América consegue escapar das garras do Gárgula Cinzento, vilão capaz de transformar suas vítimas em estátuas de pedra por uma hora com apenas um toque, graças a ajuda do seu parceiro, o Falcão.

Procurando a ajuda da SHIELD (e reencontrando sua amada Sharon Carter, quando o casal parece ter esquecido as mágoas do passado), o herói descobre que o Gárgula pretende se apoderar do Elemeto X, poderoso explosivo que só pode ser contido por pedra (elemento que ele produz).

Enquanto isso, investigando o paradeiro do vilão, o Falcão é transformado em pedra por uma nova fórmula do Gárgula, permitindo que esse lhe dê mobilidade (mesmo petrificado) e obedeça a suas ordens. O Falcão se torna o primeiro de um exército de homens de pedra que o Gárgula pretende formar.

Continua...

domingo, 2 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 139

 - Captain America and The Falcon nº 139 (Julho de 1971)
> Publicada no Brasil na revista Capitão Z Especial nº 7, pela Editora Ebal ("A Insígnia e a Traição")

História:

* "The Badge and Betrayal" - Escrita por Stan Lee, desenhada por John Romita Sr

Para investigar o desaparecimento de sete policiais, o Capitão América é orientado a se infiltrar também como policial, afim de servir de isca para o malfeitor. A idéia, orientada por um comissário, parece agradar mais o herói do que se imaginava. Como ele bem percebe, anda agindo a mais tempo como Capitão América do que como Steve Rogers (sua identidade civil). Encondendo-se na pele de um policial, é possível recuperar a privacidade por trás de uma identidade secreta e, ao mesmo tempo, ocupar-se de uma forma que não seja como um supersoldado.

Na primeira investigação, no entanto, Steve descobre um canteiro cheio de estátuas de pedra, muito parecidas com os policiais desaparecidos. É então que associa os desaparecimentos a um vilão capaz de transformar qualquer coisa em pedra: o Gárgula Cinzento!

Continua...

A+:

* A revista continua se chamando Captain America and Falcon, mas o entendimento entre os dois heróis não é o dos melhores. enquanto o Capitão América ainda tenta encontrar seu lugar no mundo, o Falcão se aproxima dos operativos da SHIELD.

Aqui, é a primeria vez que o Falcão utiliza um peculiar adereço: uma espécie de gancho em forma de garra de falcão, proporcionando que o herói seja capaz de se balançar entre os prédios. A mesma garra, eficiente, é retrátil após seu uso. Curioso notar que o Falcão teve essa idéia depois da aventura com o Homem-Aranha...

* Importante nova fase de transição nas histórias do personagem onde, além de mostrá-lo sobre um novo ponto de vista (pois agora atuaria como policial), também marca a mudança da equipe criativa, onde Stan Lee e John Romita Sr ocupariam mais altos e administrativos dentro da Marvel.

* Surge um interesse romântico para Sam Wilson (o Falcão). O nome da moça é Leila Taylor e aparece como uma amiga que vai dar um leve puxão de orelha no amigo que age como assistente social. Ela dá um toque sobre como agir mais ativamente para a comunidade mais carente do bairro. Sam não perde a oporturnidade de dar uma boa cantada na bela garota. Mas era uma novíssima personagem coadjuvante e muita coisa iria rolar mais pra frente.

* Outro personagem coadjuvante importante introduzido é o Sargento Muldoon, superior de Steve Rogers dentro da força policial, e que faz certa homenagem ao lembra de um velho conhecido do herói em suas histórias publicadas na década de 40: o Sargento Duffy, que vivia pegando no pé do preguiçoso Rogers (no melhor estilo Recruta Zero)

* No início, as histórias do Capitão América eram publicadas, pela editora Ebal, em revistas em branco e preto. A série de edições "em cores" (como eram chamadas), além do colorido, trazia também uma capa cartonada e plastificada e custavam bem mais do que as revistas "normais". Podiam ser consideradas, de certa forma, uma espécie de álbum de luxo da época.

sábado, 1 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 138

 - Captain America and The Falcon nº 138 (Maio de 1971)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 20, pela Editora Abril ("A Ameaça do Cara de Pedra")

História:

* "It Happens in Harlem" - Escrita por Stan Lee, desenhada por John Romita Sr

O Falcão ainda tem a fixação em capturar o Homem Aranha, que considera um criminoso procurado, e isso faz com que o Capitão América perceba que algo atormenta seu parceiro, apesar de não saber o motivo.

No entanto, o Cara de Pedra sai da prisão e captura o Falcão para se vingar de sua última derrota. Curiosamente, o Homem-Aranha, no último encontro, havia deixado um de seus rastreadores no cinto do Falcão. Ainda intrigado do porque do Falcão tê-lo atacado, o herói aracnídeo segue os sinais desse rastreador e persegue o Falcão, sem saber que ele é refém de bandidos. Paralelamente, o mascote do Falcão, Asa Vermelha, consegue avisar o Capitão América, que parte em resgate de seu parceiro que está em perigo.

O Aranha consegue tirar o Falcão das garras do Cara de Pedra, mas este ainda o considera um foragido. Prendendo o herói em sua teia, o Homem-Aranha consegue convencê-lo de que ele é uma inocente vítima de calúnia. Mas isso não impede que o Capitão América e Asa Vermelha, que acreditam que o Aranha capturou o Falcão, o ataquem. O Falcão, por sua vez, consegue impedir que seus parceiros cometam o mesmo erro e explica a situação. O trio de heróis (e o mascote Asa Vermelha) agora se unem para atacar o Cara de Pedra, que está ameaçando um agente do governo.

Os heróis conseguem derrotar o criminoso e sua gangue mas, como saldo final, a parceira dentre Capitão e Falcão, devido aos tropeços de confiança, sai um tanto quanto abalada.