quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 625

 - Legion of Super-Heroes 38 (Março de 2008)

História:

* "Cataclysm" - Escrita por Jim Shooter, desenhada por Francis Manapul, arte finalizada por John Livesay


Os legionários enviados a Triton são massacrados por misteriosos alienígenas que invadiram a estação de esqui. Só não acontece o pior graças a intervenção de uma mutante nativa, conhecida como Giselle, e da Polícia Científica, que chega em tropas e dão conta do recado. Relâmpago acompanha tudo e amarga essa derrota para os policiais, com a humilhante situação de não poder se teleportar para o local devido as verbas destinadas e esse meio de transporte dos legionários estarem sendo analisadas pelo governo.

Também há uma avaliação de novos candidatos enviados pelos políticos dos Planetas Unidos, mas nada que possa ser útil naquele momento (ou em qualquer momento). Entre as pérolas temos o Garoto Fruta, capaz de amadurecer qualquer fruta; Lodo, capaz de criar substâncias viscosas no chão; Sonar, capaz de ouvir embaixo da água.... Entre outros. Relâmpago perde a paciência durante a avaliação, o que só faz com que perca o pouco da credibilidade necessária perante os políticos.

De fato, não foi um bom dia para Relâmpago... que desaba solitário na sala de missões, devido a grande pressão que sua nova posição exige.

A+ :

* Já fazia um bom tempo que as histórias da Legião não tinham uma seleção de novos heróis nesse naipe. Antigamente, esse evento nem mesmo servia para apresentar novos heróis mas, sim, divertir o leitor com a quantidade de poderes absurdos que pudessem existir. É o escritor Jim Shooter trazendo para o presente mais uma das divertidas seleções da Era de Prata.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 624


- Legion of Super-Heroes 37 (Fevereiro de 2008)

História:

* "Conflict" - Escrita por Jim Shooter, desenhada por Francis Manapul, arte finalizada por John Livesay

Relâmpago parece estar tendo certa dificuldade com a recém-conquistada liderança da Legião. Além dos problemas administrativos, sendo perseguido por órgãos do governo que só trazem reclamações quanto ao grupo, ainda tem que lidar com os credores, com a vizinhança que os processa por qualquer perturbação e até mesmo com novos candidatos indicados pelos Planetas Unidos. Para piorar a situação, a Princesa Projectra, que antes ajudava nas finanças do grupo, acaba de perder seu título de realeza, uma vez que seu planeta foi destruído.

Com tanta pressão, Relâmpago acaba por enviar legionários para missões nas quais não são exatamente indicados. Pelo painel de atividades, consegue ver a extensão de suas péssimas decisões. A situação mais gritante foi com o grupo formado por Astron, Satúnrnia, Rapaz Invisível e Lobo Cinzento, enviados a uma estação de esqui que está prestes a ser atacada por alienígenas. Como percebe tardiamente, os poderes desses legionários não são os mais indicados para a missão.

Continua...

A+ :

* O escritor Jim Shooter volta a escrever o grupo que foi tão importante a sua carreira. Início de carreira. Início bem precoce, aliás. Em 1966, com apenas 14 anos, o então jovem James Shooter chamou a atenção dos editores pelos conhecimentos e novas idéias com os legionários que enviava para a editora. Isso lhe rendeu um convite para trabalhar nas aventuras dos heróis. Quando compareceu a editora, com sua mãe... ficaram surpresos com sua idade (sua desenvoltura era tamanha, que imaginavam tratar-se de um adulto).

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 623


- Action Comics 863 (Maio de 2008)

História:

* "Sun rise" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Gary Frank, arte finalizada por JOn Sibal
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 76, pela editora Panini


Superman só está sobrevivendo ao vácuo espacial graças ao anel de vôo da Legião. Mesmo assim, o vilão Terráqueo o empurra em direção ao planeta Terra. Sob o Sol vermelho, o herói será esmagado contra o solo.

Enquanto isso, Brainiac 5 tenta libertar Solar, cujos poderes flamejantes estão sendo usados para mudar a coloração do Sol. Mesmo libertando-o, é necessário que o legionário esteja desperto para que o astro volte a ficar amarelo. Para tanto, Brainiac 5 diz a Camaleoa, esposa de Colossal, que mude sua forma para a de uma bela mulher (não que ela fosse feia... apesar das anteninhas... e ser laranja...) e beije o herói. Mulherengo notório, Solar jamais resistiria a uma bela mulher e... despertaria seus... poderes.

O plano de Brainiac 5 dá certo e o sol volta a ficar amarelo, recarregando os poderes do Superman. Recuperado, o homem de aço consegue derrotar Terráqueo juntamente com os demais legionários, que foram libertos do satélite da Liga da Justiça.


A+ :

* A fama de mulherengo de Solar já rendeu boas tiradas dentro das histórias da Legião, inclusive explorando seus galanteios. Porém, esse mesmo tema já foi abordado de forma mais séria pelo escritor e desenhista Keith Giffen. Nessa fase, o que chamamos de "mulherengo" foi transformado em "viciado em sexo", algo que o legionário já trazia devido a um trauma de infância, quando encobria as traições de seu pai (também viciado em sexo) com diversas colegas de trabalho.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 622

 - Action Comics 862 (Abril de 2008)

História:

* "Revenge of the Rejects" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Gary Frank, arte finalizada por JOn Sibal
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 76, pela editora Panini


Auxiliados por remanescentes da Legião dos Heróis-Substitutos (grupo formado por heróis que não foram aceitos na Legião, mas decidiram formar seu próprio grupo de apoio), Superman e os Legionários conseguem invadir o satélite da Liga da Justiça. Descobrem que o efeito que está tornando o Sol vermelho está acontecendo graças a um maquinário que utiliza os poderes de Solar.

Ao tentarem liberar Solar (e, consequentemente, fazer com que o Sol volte a ser amarelo) são descoberto pelo líder da Liga da Justiça, Terráqueo, que dá uma surra em um enfraquecido Superman. O herói, munido apenas com o anel da Legião leva a luta para fora do satélite, no vácuo do espaço, onde nem mesmo ele poderá sobreviver...

Continua...

sábado, 25 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 621

 - Action Comics 861 (Março de 2008)
História:

* "Chameleons" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Gary Frank, arte finalizada por JOn Sibal
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 75, pela editora Panini


Presos no planeta Colu, onde Brainiac 5 se tornou um ditador, os legionários descobrem... que ele está fingindo! Tudo faz parte de um plano do gênio da Legião para ganhar tempo e fazer com que a Terra pense que Colu está preparando um ataque. O plano é tão perfeito que o herói consegue convencer todos os coluanos de sua intenção.

Na Terra, a Garota Camaleão consegue se infiltrar na base da Liga da Justiça e descobre que o legionário Solar, capaz de gerar calor, está sendo usado para manter o sol na coloração vermelha. Pior, vários sóis de outros mundos (inclusive Colu) também estão sofrendo o mesmo efeito, que tenciona diminuir os poderes do Superman.

De volta a Colu, após certo desentendimento entre integrantes da Legião (sempre em torno das radicais alternativas tomadas por Brainiac 5), Superman consegue esfriar os ânimos para traçarem um plano. O problema é que os coluanos descobrem as intenções de Brainiac 5 e o consideram um traidor. Apesar da fuga, o legionário teme que suas manipulações de fato tenham convencido seu conterrâneos... que estão prestes a iniciar uma guerra interplanetária!

Continua...

A+ :

* Os uniforme militares dos habitantes do planeta Braal tem a mesma forma, padrão e cores do uniforme do legionário Cósmico, que também é braaliano.

* Borrasca, integrante da Liga da Justiça capaz de controlar o clima, é obcecado por cirurgias que aumentem seu poder, inserindo partes artificais dentro de seu corpo. Essa é uma forma dramática de mostrar o conceito original do personagem, criado em outubro de 1962. Em sua aparição original, tratava-se de um candidato a vaga de legionário que mentiu sobre seus poderes serem naturais quando, na verdade, eram gerados por um maquinário embaixo de seu uniforme. O golpe devia-se a um detalhe na constituição da Legião, que só permitia integrantes que tivessem poderes próprios, sem ajuda de apetrechos.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 620


- Action Comics 860 (Fevereiro de 2008)

História:

* "Lightning and Shadows" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Gary Frank, arte finalizada por JOn Sibal
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 75, pela editora Panini


Superman e a Legião dos Super-Heróis - Terceira parte

O grupo de legionários que acompanha Superman invade um dos campos de concentração para alienígenas afim de libertar mais heróis. Descobrem que a cela de Brainiac 5 está vazia. O gênio legionário conseguiu criar um meio de teleporte e fugiu para seu próprio planeta. Outro integrante libertado é Polar, que foi torturado constantemente, perdendo um de seus braços.

A Legião e o Superman rumam para os subterrâneos, onde fica a antiga cidade de Metrópolis. Agora, esse refúgio serve de base para os demais legionários e é o único meio de fuga de alienígenas que são libertos do governo da Terra.

A base subterrânea é descoberta pela vilanesca Liga da Justiça, mas os heróis conseguem fugir para Colu, planeta original de Brianiac 5. Lá, descobrem que seu ex-companheiro agora é um ditador que transformou o próprio planeta em um pesadelo pior do que o da Terra.

Continua...

A+:

* Os integrantes da Liga da Justiça do futuro lembram que já foram chamados de rejeitados. Isso se deve a cada um deles não ter passado na seleção da Legião dos Super-Heróis e sentirem-se ridicularizados devido a isso. Décadas passadas, as seleções eram famosas justamente por mostrar alienígenas que eram recusados devido a seus poderes ridículos. Apesar de se usarem alguns deles nessa versão, estão longe de parecerem engraçados. A abordagem aqui utiliza seus poderes de forma mais ameaçadora. Algo parecido acontece com Polar, integrante da Legião. Tido como um azarão do grupo (tanto que também foi rejeitado incialmente) aqui é mostrado usando seus poderes congelantes de forma mais agressiva e até mesmo sua apresenção tende a ser mais dramática.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 619

 - Action Comics 859 (Janeiro de 2008)

História:

* "Illegal Aliens" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Gary Frank, arte finalizada por JOn Sibal
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 74, pela editora Panini


Superman e a Legião dos Super-Heróis - Segunda parte
Superman fica a par dos últimos acontecimentos na Terra, no futuro. O planeta se tornou uma colônia xenofóbica, não tolerando nenhuma espécie de alienígena e rompendo com os Planetas Unidos, justamente por isso. Legionários de outros planetas são capturados e os poucos naturais do planeta Terra são perseguidos como traidores. Há enormes campos de concentração para alienígenas que são perseguidos.

A força heróica do planeta é formada pela Liga da Justiça. Mas não se trata da mesma Liga do passado do herói. Aqui, o grupo é formado por rejeitados pelas seleções da Legião e liderados por Terráqueo, que é capaz de absorver poderes dos heróis.

Até mesmo nas escolas, a história do Superman, um modelo de inspiração para todos, é alterada para os novos tempos. Agora ele não é visto mais como uma alienígena vindo do planeta Krypton (algo que é apontado como mentira dos legionários). Em sua nova origem, é mostrado que ele é originário da Terra e aqui adquiriu seus poderes, sendo enganado pelos legionários. Quem descobriu a "verdade" foi justamente Terráqueo, líder da nova e violenta Liga da Justiça.

Continua...

A+:

* Quando Relâmpago, Cósmico e Satúrnia chegam a uma caverna onde mil anos atrás foi a Batcaverna, base de operações de Batman, encontram vários objetos de uso do herói, bem como sua famosa sala dos troféus, onde guarda alguns itens de suas inúmeras aventuras (alguns deles gigantescos). Em um dos cantos é possível ver uma armadura negra em forma de morcego. Essa armadura foi vista na minissérie O Reino do Amanhã, escrita por Mark Waid e desenhada por Alex Ross, onde é mostrado o futuro dos heróis da DC Comics e uma geração de novos heróis pouco se importa com as consequências de seus combates. Nesse futuro, tido até então como alternativo, um envelhecido Bruce Wayne utilizava uma armadura negra como exoesqueleto para dar-lhe mais mobilidade e resistência, perdidos com o tempo.

* Os legionários revelam a Superman que ele teve que deixar as aventuras no futuro devido a uma exploração solar fracassada, que tornou o Sol Vermelho, deixando-o vulnerável (o herói recarrega seus poderes do Sol amarelo). Essa mesma situação foi mostrada décadas atrás, quando o Superboy teve que ser proibido de voltar ao futuro devido a uma nuvem de kryptonita que cobriu a Terra.

* Na escola onde é mostrada a vida do Superman, uma holografia mostra o herói em posição de vôo exatamente como o personagem foi visto em sua primeira revista própria, Superman nº 1, em junho de 1939.

* O Centro de cultura Humana, que também serve de base para a Liga da Justiça, é uma espécie de satélite, cujo miolo tem a forma de um diamante, exatamente como o requadro que cobre o "S" no peito do Superman. Tal formato também é visto nas tubos de conteção que servem de prisão para os legionários capturados.

* O centro do campo de concentração de alienígenas é pontuado por uma enorme construção em forma de cauda de foguete. É como se um foguete tivesse mergulhado de "bico" no solo. Essa mesma contrução, nesse mesmo formato, era uma das marcas registradas da Legião dos Super-Heróis, uma vez que serviu de base para o grupo.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 618

 - Action Comics 858 (Dezembro de 2007)

História:

* "Alien World" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Gary Frank, arte finalizada por JOn Sibal
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 74, pela editora Panini


Superman e a Legião dos Super-Heróis - Primeira parte

Brainiac 5 envia uma sonda para a Metrópolis da época da atuação do Superman, afim de pedir ajuda do herói para salvar o futuro. A sonda, em forma de um gigantesco robô no formato do vilão Brainiac (antepassado do legionário Brainiac 5) faz com que Superman relembre seu passado junto a Legião dos Super-Heróis, desde seu primeiro encontro com Cósmico, Satúrnia e Relâmpago, passando pelas aventuras que um adolescente Clark Kent (e não o um jovem Superboy) passava com o grupo nos intervalos de suas aulas.

Seguindo para o futuro, Superman (agora adulto) encontra um planeta Terra sombrio e devastado. Mais estranho ainda é a forma hostil com que é recebido pelos policiais do futuro, cabendo a alguns legionários, então fugitivos, auxiliá-los. Superman tenta usar seus poderes para detê-los, mas um simples disparo de arma é capaz de feri-lo. O que o herói não se deu conta, pois estava em um ambiente fechado, é que, no futuro, o Sol da Terra havia se tornado vermelho, incapacitando seus superpoderes que eram abastecidos graças ao Sol ser amarelo.

A+:

* A forma de robô gigante utilizada por Brainiac 5 remonta ao segundo visual do vilão Brainiac nos anos 70/80. De fato, tratava-se se um antepassado do legionário, sendo este pertencente a quinta geração após o vilão (daí o nome Brainiac "Cinco"). A semelhança de nomes não só causa surpresa ao leitor desavisado, como também já foi motivo de vários trocadilhos e confusões entre os heróis da DC.

* Apesar de Superman ser o poderoso homem de aço, como Clark Kent revela que gosta de seus x-burguer sem cebola. É que lhe causa indigestão.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 617

 - Supergirl 22 (Dezembro de 2007)

História:

* "Reunion: Part 2" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Renato Guedes, arte finalizada por Jose Wilson Magalhães
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 72, pela editora Panini

Segunda parte do reencontro de Supergirl com os legionários.

O impacto que Supergirl sofreu ao ser atingida pelo vagão jogado por Equus trouxe de volta suas memórias de aventuras no futuro com a Legião dos Super-Heróis. No entanto, Karate Kid e Una (os dois legionários que estão nessa mesma época) não se lembram de nenhum encontro com a heroína. De fato, até mesmo as lembranças da Supergirl mostram os mesmos legionários com outro visual, diferente dos que se encontram em sua frente. O que estará acontecendo?

Após derrotarem o andróide Equus, a dupla se separa da garota de aço para continuar sua peregrinação pelo passado.

A+:

* A confusão temporal causada pelas lembranças de Supergirl denotam uma nova crise cósmica se aproximando do universo de heróis da DC Comics. De fato, era a época em que a editora apostava em um evento chamado Contagem Regressiva, saga que antecedia a Crise Final, onde todas essa confusão temporal e versões diferentes de heróis seriam colocadas em ordem. Ou não.

A editora DC Comics já havia feito algo parecido nos anos 80, na comemoração de seu cinquentenário, com a minissérie Crise Nas Infinitas Terras. Com cinquenta anos de existência, a história de seus personagens havia se tornado confusa devido a extrema liberdade dos roteiristas (não que fossem ruins). O Superman que surgiu na década de 30, por exemplo, era diferente do Superman que conhecíamos hoje. Trata-se do mesmo personagem, mas era uma forma de manter o herói jovem perante os leitores. Para tanto, criou-se a teoria das Terras Paralelas, onde existia um Superman mais velho (criado na década de 30) e o mais jovem pertencia a Terra Ativa.

Essas inúmeras (ou infinitas) versões da Terra pareciam uma idéia interessante no começo. Mas o abuso desse recurso pelos profissionais futuros tornou a mitologia dos personagens complexa demais para se entender... tanto pelos leitores quanto pelos autores. Para colocar ordem nessa bagunça, Crise nas Infinitas Terra dizimou vários personagens e unificou o universo (e a Terra) em um único universo, sem nenhuma versão "paralela".

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 616

 - Supergirl 21 (Novembro de 2007)

História:

* "Reunion: Part 1" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Renato Guedes, arte finalizada por Jose Wilson Magalhães
> Publicada no Brasil na revista Superman nº 71, pela editora Panini


Primeira parte do reencontro de Supergirl com os legionários.

Karatê Kid e Una, estão no passado. Passado em relação a eles, que vieram do futuro, sendo considerado o presente por heróis como Superman e... Supergirl. Ao contrário do que os dois legionários imaginavam, Supergirl não os reconhece. Pior: por estarem na cena de destruição de um andróide vilão conhecido como Equus, que descarrilhou um trem, a heroína os ataca pensando serem parte da ameaça.

Supergirl se sente incomodada, com algo martelando sua memória. O nome "Legião dos Super-Heróis", dito pelos dois estranhos, não lhe é estranho. As lembranças começam a jorrar de tal forma em sua cabeça que a faz perder os sentidos. É distração suficiente para que Equus atire um vagão inteiro em cima da moça de aço.

Continua...

A+ :

* O pequeno arco de histórias dentro da revista mensal da Supergirl tem o objetivo de colocar em ordem (ou bagunçar ainda mais) a relação da heroína com a Legião, uma vez que ela acabou de retornar do futuro, onde o grupo se encontra, e teve sua memória apagada pela viagem no tempo.

* Una não é uma nova legionária. Trata-se de um dos corpos da Moça Tríplice. Como o poder de se dividir em três corpos iguais, um deles viajou ao passado, deixando suas duas contraparte no futuro. Dessa forma, a parte única foi apelidada de Una.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 615

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 36 (Janeiro de 2008)

História:

* "The Quest For Cosmic Boy" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Dennis Calero
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 14, pela editora Panini


Resgate Cósmico - Epílogo

Supergirl e Satúrnia (acompanhadas de Relâmpago), descobrem que Evoluto nada mais é do que uma espécie de distração. Dentro da pirâmide existe uma espécie de portal por onde se pode ver o século XXI, época original da Supergirl. Ela percebe que uma espécie de guerra com participação dos heróis está acontecendo e que é necessária. Com o apoio de Satúrnia, a heroína entra no portal... e retorna a sua época.

De volta a base, Satúrnia descobre que as três missões (Winath, Lallor e a Floresta de Góbi) foram friamente planejadas por Brainiac 5. Suas intenções, no entanto, eram as melhores. Recuperar Winath, reconciliar-se com Pulsar e devolver Supergirl a sua época.

Quando Satúrnia dialoga com Brainiac 5... percebe que ele está dormindo. Entrando em sua mente, fica a par da presença de Sonhadora em seus sonhos e, juntamente a ela, compreende os meios pelo qual o colega manipulou os demais... e que foram justos. Mesmo não encontrando Cósmico, Brainiac 5 acredita que, por enquanto, o legionário está em segurança.

Com a partida de Supergirl, Relâmpago agora é o novo líder da Legião... E a revista da Legião volta a se chamar Legion of Super-Heroes, agora sem "Supergirl".

A+:

- Ao passar pelo portal, Evoluto faz com que Supergirl esqueça toda sua aventura no futuro, para que não altere a realidade temporal com o conhecimento do que virá. Esse recurso era usado na década de 60, quando o Superboy participava das aventuras da Legião, porém não ficava sabendo nada sobre seus dias como Superman (que ainda iriam ocorrer em sua época).

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 614

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 35 (Dezembro de 2007)

História:

* "E.R.G.onomics - part 2 of 2" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Dennis Calero
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 14, pela editora Panini


Resgate Cósmico - Pulsar - Parte 2

Em Lallor, Violeta consegue dialogar com Pulsar para que este não mate o presidente. Descobre e revela que o irmão do ex-legionário o manipulava, promentendo conter seu corpo energético em uma espécie de tanque. Porém, era uma farsa para usar as capacidades de Pulsar.

Na Terra, Supergirl, Satúrnia e Relâmpago encontram um ser super-evoluído, chamado de Evoluto, que monta uma espécie de pirâmide tecnológica no meio da Floresta de Góbi. Levados pelas coordenadas de Brainiac 5, afim de encontrar o desaparecido Cósmico, o trio enfrenta o ser evoluído e descobrem que ele pode involuir para uma forma mais primitiva... e forte.

A busca por Cósmico continua.

A+:

- Para chegar até o irmão de Pulsar, Violeta usa um velho truque no universo DC. Diminui seu tamanho até ser capaz de cavalgar pulsos telefônicos. Quando o vilão atende, é surpreendido pela heroína que volta ao tamanho normal, saindo de dentro do fone, e é preso. Esse truque ficou famoso com outro super-herói, Elektron, também capaz de reduzir seu tamanho.

- Evoluto, o herói capaz de evoluir e involuir, é uma reformulação do mesmo personagem coadjuvante das aventuras da Legião, no passado. Pertencia ao grupo conhecido como Heróis de Lallor. Aqui, porém, é mostrado na Terra e não no planeta pelo qual ficou conhecido (e está sendo alvo da missão de outro grupo de legionários).

domingo, 12 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 613

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 34 (Novembro de 2007)

História:

* "E.R.G.onomics - part 1 of 2" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Dennis Calero
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 14, pela editora Panini


Resgate Cósmigo - Pulsar - Parte 1

No planeta Lallor, os legionários Lobo Cinzento, Penumbra e Violeta enfrentam um ex-companheiro, chamado Pulsar, que está determinado a matar o presidente. O corpo de Pulsar é feito de antimatéria, contida por um uniforme especial que lhe dá o formato humanóide.

No meio da batalha, Lobo Cinzento é atingido por destroços e até mesmo pela energia de Pulsar. Com isso, uma bizarra transformação ocorre, dando-lhe um visual mais animalesco, condizente com seu codinome. Apesar de tudo parecer um trágico acidente, Brainiac 5 parece ter planejado a transformação, uma vez que não fica supreso quando ela acontece.

A+:

- Nessa versão, Pulsar conta sobre seus dias passados como legionário, até o dia em uma missão, onde tentavam deter uma colheitadeira que saiu fora do controle e que destruiu seu traje de contenção, dissipando seu corpo, dando a entender aos seus colegas que ele teria morrido. Sem que soubessem, continuou vivo em forma de energia até os dias de hoje, quando voltou a utilizar uma nova versão de seu uniforme de contenção, mas agora sendo capaz de manter-se inteiro mesmo quando ele é avariado.

Esse incidente é exatamente como aconteceu na primeira aparição do personagem nos quadrinhos, em junho de 1973. Nessa ocasião (assim como nessa história), o personagem era conhecido como ERG-1 (sigla para Reator de Energia). Era apenas para ser a história trágica de um herói que se sacrifica ao tentar ajudar. Mas o sucesso do personagem levou os autores a trazê-lo de volta, agora sob o nome de Wildfire (no Brasil, chamado de Pulsar).

Aqui, é interessante notar que, ao contar sobre seu passado, Pulsar está utilizando o uniforme mais moderno, igual a sua última aparição nos quadrinhos. Ao retornar, utiliza a versão mais clássica, usada em sua origem da década de 70.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 612

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 33 (Outubro de 2007)

História:

* "Lord of Lightning - Part 2 of 2" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Dennis Calero
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 13, pela editora Panini


A Busca Por Cósmico - O Senhor dos Raios - Parte 2

A culpa pelo estado hipnótico do povo de Winath recai sobre Brainiac 5, uma vez que sua raça, os coluanos, são famosos pela miniaturização de dispositivos tecnológicos capazes de entrar na rede sanguínea e controlar suas vítimas.

A verdade no entanto, desvendada graças a Tenzil Kem, é outra. Entre os Nômades, grupo liderado por Mekt Ranzz, também há um coluano e foi ele, sob as ordens do próprio Mekt, quem criou os naninas. Mekt desejava, assim, controlar seu próprio planeta, se vingando por ter sido rejeitado. A "sujeira" ia mais além. Entre os nômade também havia uma alienígena capaz de invadir a mente, uma titaniana (assim como Satúrnia). Mekt teve a idéia de eliminar o planeta dos domínions e ordenou que a telepata incutisse essa idéia na cabeça de Cósmico que, de certa forma, acabou por executá-la e ficar mal visto entre os Planetas Unidos.

Descoberto o plano de Mekt, este é preso por Ástron, Solar e Tenzil Kem (que decepa o dedo de Mekt com uma mordida, quando este o aponta) e os Nômade, vendo seu líder derrotado, fogem da base da Legião.

Cósmico, no entanto, continua desaparecido.

A+:

- Com a fuga dos Nômade, é citado que eles talvez se tornem renegados o bastante para se tornar uma espécie de Legião dos Super-Vilões. É uma nova gênese para o grupo que usou esse mesmo nome no passado e foi representado por versões adultas e maléficas dos três legionários fundadores. Cósmico tinha como contraparte o Rei Cósmico; Satúrnia, Rainha de Saturno e Relâmpago, Lorde Relâmpago, que era o mesmo Mekt Ranzz dessa versão.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 611

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 32 (Setembro de 2007)

História:

* "Lord of Lightning" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Dennis Calero
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 13, pela editora Panini


A Busca Por Cósmico - O Senhor dos Raios - Parte 1

Ástron, Solar e Mekt são levados ao planeta Winath (onde nasceram o próprio Mekt, Relâmpago e Pluma) pelo misterioso Tenzil Kem, que se revela ser uma espécie de agente da Federação dos Planetas Unidos, designado a investigar sobre o desaparecimento de Cósmico. A Federação, no entanto, acusa o sumido legionário pela destruição da raça dos domínions (que, secretamente, foram enviados para outra dimensão). Tenzil registra tudo em seus óculos especiais, inclusive a reação dos heróis, como se fosse um julgamento.

Em Winath, uma tempestade se aproxima e toda a população está desaparecida. As tempestades em Winath são violentas e a população, devido a isso, vive em uma verdadeira cidade subterrânea (devido ao clima violento, os prédios não são altos). O quarteto procura por algum habitante nessa parte subterrânea... mas não encontram ninguém.

Encontram uma pichação com um sinal e um nome: Validus. Mekt explica que é o nome de uma espécie de lenda para assustar crianças. Quando colonizaram o planeta, os winathianos eram atingidos por tempestades de raios, devido ao clima hostil. Deram o nome de Validus a um suposto deus do relâmpago que os castigava.

Era natural dos winathianos terem filhos gêmeos. Mas Mekt, o primogênito de sua família, não nasceu com um par (o que aconteceu depois, quando nasceram Relâmpago e Pluma). Nascer sozinho, no entanto, era tido como mau agouro para a família... e Mekt foi marginalizado dessa forma.

Seguindo as orientações de uma seita que adorava o mitológico Validus, Mekt visitou o planeta Korbal e foi atingido por suas criaturas elétricas, que lhe deram poderes de energia. Mas, nessa viagem, Garth (Relâmpago) e Ayla (Pluma) o seguiram e também ganharam poderes. Para sua seita, isso ia contra aos desígnios de um escolhido de Validus e ele rompeu com essa religião.

Agora, os winathianos se escondem no subterrâneo e parecem dominados por seus próprios poderes elétricos... em uma versão mais radical e fanática do culto a Validus. Uma versão capaz de atacar os heróis que foram salvá-los.

Continua...

A+:

- Validus é o nome de um dos mais icônicos inimigos da Legião... apesar de não ser lá o mais esperto. É um gigante selvagem com uma crânio transparente, onde é capaz de ver seu cérebro, que dispara raios de energia. Uma das versões de Validus nos quadrinhos mostrava que ele era filho de Satúrnia e Relâmpago (após estes se casarem) sequestrado pelo vilão Darkseid e torturado por todo seu amadurecimento, até se tornar o monstro conhecido pelos heróis.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 610

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 31 (Agosto de 2007)

História:

* "The Quest For Cosmic Boy - Prologue" - Escrita por Tony Bedard, desenhada por Kevin Sharpe, artefinalizada por Robin Riggs
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 13, pela editora Panini


A Busca Por Cósmico - Prólogo

Sai o resultado das eleições para novo líder da Legião. E Supergirl é eleita para a surpresa de todos (inclusive dela) e decepção de alguns. Como primeira missão, a nova líder separa grupos para procurar por Cósmico, desaparecido desde a guerra contra os domínions.

O cenário na Terra também não é dos mais favoráveis. Durante a guerra, as máquinas de todo o planeta foram dominadas e voltadas contra seus donos. Agora, com todo o maquinário desligado, o mundo está cercado pela sucada de suas próprias máquinas e robôs.

Supergirl conta com a ajuda de um misterioso agente chamado Tenzil Kem, que parece manipular a situação e saber bem mais do que parece.

Continua...

A+ :

* Tenzil Kem é um velho conhecido dos fãs da Legião dos Super-Heróis. Originalmente, esse personagem era o legionário Digestor, um dos heróis com o poder mais estranho que se possa imaginar: devorar todo tipo de material. Natural do planeta Bismoll, possui um sistema digestivo superpoderoso, capaz de digerir desde pedras até metais.

Com um poder como o dele, Digestor não poderia ser um personagem levado tão a sério. Tanto que, décadas depois, foi reformulado como o ponto de humor escrachado do grupo, sempre as voltas com suas picaretagens como agente especial e até mesmo já foi retratado como cozinheiro (para alguém que devora qualquer material, chega a ser uma piada).

A versão de Tenzil aqui utilizada remonta seu passado picareta, inclusive usando o visual desse período. Curioso para os fãs brasileiros é que a Supergirl o encontra em... Brasília!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 609

 - Justice League of America 10 (Agosto de 2007)

História:

* "The Villain Is A Hero In His Own Story" - Escrita por Brad Meltzer, desenhada por Ed Benes, artefinalizada por Sandra Hope
> Publicada no Brasil na revista Liga da Justiça nº 68, pela editora Panini


Última parte da Saga do Relâmpago.

Cada um dos legionários está espalhado por um ponto chave do planeta, aparentemente esperando que um relâmpago atinja o pára-raios que carregam e, assim, salvar uma vida (ainda sem revelar de quem). No processo, porém, um deles (o que for atingido) irá se sacrificar.

Os membros da Liga e da Sociedade da Justiça se dividem para tentar impedir a missão suicida. Mesmo chegando a cada um dos locais, não são capazes de passar pelo campo de força criado pelos anéis de vôo. Batman e Senhor Incrível haviam sabotado os anéis para se sobrecarregarem mas, mesmo com o plano arquitetado pelas duas mentes mais brilhantes do planeta, o anel tem um dispositivo que o faz se recuperar de danos... cortesia do gênio de Brainiac 5, a mente mais brilhante de mil anos no futuro.

Um dos legionários fica fora do alcance dos heróis. Karate Kid está sozinho em Blue Valley e nem mesmo aciona seu campo de força. Como veio do futuro, o legionário sabe como termina a história... e é ele o atingido pelo relâmpago fulminante... Assim que a fumaça se assenta, surge o herói que foram salvar: Wally West, o segundo Flash, juntamente com sua família, que foi dado como morto tempos atrás. Quando se recupera, Wally se apresenta como o homem mais rápido do mundo... mas não de todos os tempos. Karate Kid, utilizando sua destreza sobrehumana, foi capaz de se desviar do próprio relâmpago no último instante... e sobreviver.

Missão cumprida, os legionários são levados novamente para sua época graças a Brainiac 5. Pulsar pede para Karate Kid ficar, pois sua verdadeira missão começa a partir dali. Ele acredita no amigo e fica para trás (assim como Starman, que prefere ficar com a Sociedade da Justiça).

A+:

* Em dado momento da perseguição, Batman e Lanterna Verde percebem um certo padrão nos locais escolhidos pelos legionários. Quando a primeira Crise atingiu o universo, o herói Flash (então Barry Allen, tio de Wally West) sacrificou-se em um universo de antimatéria, correndo em volta de um enorme conversor dessa energia e sendo destruído no processo. Enquanto morria, imagens do herói apareciam em vários cantos do universo. Algumas delas foram aparições justamente para Batman, por exemplo. Esse é o motivo para o aparente desapontamento do homem morcego ao saber que quem retornou não foi Barry, e sim Wally.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 608

 - Justice Society of America 6 (Julho de 2007)
História:

* "Three Worlds" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Dale Eaglesham, artefinalizada por Ruy José
> Publicada no Brasil na revista Universo DC nº 13, pela editora Panini


Os membros da Legião partem para encontrar o último membro de sua missão. Seguindo o mesmo sinal, membros da Sociedade e da Liga da Justiça chegam até o pântano onde ficava a antiga base da Sociedade Secreta de Vilões. Dentro dela, encontram uma jovem garota que pode se dividir em três corpos... a legionária Tríade. Estranhamente, e sem que percebam, não é ela a portadora do anel de vôo.

Tríade alerta para a presença da verdadeira ameaça que se encontra naquela base. Trata-se de uma inteligência artificial criada para destruir super-heróis, conhecida como Computo. De fato, as adormecidas máquinas daquela base parecem ganhar vida e atacar os heróis, culminando com a morte de um dos corpos de Tríade.

Em meio a batalha com Computo, Superman pede que seus colegas parem e percebam tudo a sua volta. O que lhe chamou a atenção foi justamente a morte do corpo de Tríade... algo que lembrava ter acontecido antes. Concentrando-se graças a sua visão de raios-x, consegue fazer com que seus colegas percebam o mesmo que ele... que tudo ali não passa de ilusão. Uma ilusão criada pela última legionária, a princesa Sensora, que partiu com os legionários que chegaram antes... e seguem agora para sua missão sucicida.

Continua...

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 607

 
- Justice League of America 9 (Julho de 2007)

História:

* "Suicídio" - Escrita por Brad Meltzer, desenhada por Ed Benes
> Publicada no Brasil na revista Liga da Justiça nº 67, pela editora Panini


Terceira parte da Saga do Relâmpago.

A Liga e a Sociedade da Justiça continuam a sua busca por outros membros da Legião, seguindo os sinais de seus anéis de vôo.

Na Cidade Gorila, reino africano dominado por gorilas inteligentes e avançados tecnologicamente, o primeiro grupo de heróis encontra Lobo Cinzento, que havia se adaptado aos pacíficos gorilas e as suas corridas. Ao dizer a senha do anel, o legionários recupera sua memória e pede para que seja levado até seus colegas.

No planeta Thanagar, onde existe o povo alado assim como o justiceiro Gavião Negro, o segundo grupo tem certa dificuldade em encontrar mas logo avistam Vésper, a legionária igualmente alada (diferente dos thanagarianos, porém, as asas de Vésper são naturais).

Na base da Liga da Justiça, Senhor Incrível estuda uma espécie de cinto de utilidades (muito parecido com o que Batman usa) que estava junto a Pulsar. No entanto, não encontra nada anormal. Muito pelo contrário. Para um objeto vindo de mil anos no futuro, não passa de um cinto feito de alumínio e cobre.

Os legionários reunidos pedem privacidade e isolam os outros heróis (como temiam). Secretamente (desligando todo o áudio e vídeo da sala onde se encontram), revelam que o cinto realmente é uma peça de alumínio e cobre... pois trata-se de um pára-raios capaz de salvar alguém, sua real missão nessa época. E mais um mistério: Sonhadora lembra que previu que um dos legionários irá morrer mas, devido a viagem temporal, esqueceu-se do detalhe de quem será.

Em outro lugar, o cérebro de uma mulher é retirado de seu corpo e agora pertence para reviver um antigo vilão: o Ultra-Humanóide, acompanhado pelos igualmente vilanescos Per Degaton e Despero. A reaparição do Ultra-Humanóide em seu corpo de gorila albino coincide com o nascimento de um bebê gorila, também albino, na Cidade Gorila. Isso traz desconfiança, mais ao leitor do que aos heróis, da missão da Legião nessa época.

A+:
* A varinha que serve de pára-raios é uma velha conhecida dos fãs da Legião de longa data. Tudo, conforme o nome da saga, roda em torno do legionário Relâmpago. Esse pára-raios, por exemplo, serviu para ressucitá-lo décadas atrás, em uma ocasião onde se criou o suspense de que um dos seus colegas morreria no processo.

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 606

 - Justice Society of America (Junho de 2007)

História:

* "The Lightning Saga - Chapter Two" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por Fernando Pasarin
> Publicada no Brasil na revista Universo DC nº 12, pela editora Panini


Segunda parte da Saga do Relâmpago.

Em Gotham City, o vilão Doutor Destino toma o Asilo Arkham e cria construtos sólidos a partir do pesadelo de suas vítima. Batman, Geoforça, Sandman e Starman, seguindo uma pista que os leva até o metal do anel da Legião dos Super-Heróis, chegam ao local e lutam contra várias versões de Batman... uma vez que ele se tornou o pior pesadelo dos criminosos internos do Arkham.

Starman, ainda com a mente confusa, entra no local ingenuamente, procurando quem ele diz se chamar Sonhadora. De fato, existe uma legionária (portadora do anel) com esse nome, que é refem do vilão. Quando Starman diz a senha "Lightning Lad", na linguagem Interlac, da mesma forma que fez com Karate Kid, Sonhadora desperta e domina o Doutor Destino.

Na Fortaleza da Solidão, base isolada do Superman, um grupo segue outro sinal sobre o anel. São levado até um salão onde há estátuas da Legião dos Super-Heróis. Superman explica que eram seus amigos e os viu apenas até a última Crise (Nas Infinitas Terras). Desde então, estão desaparecidos (o futuro a que se refere, na verdade, foi reformulado na própria Crise). Notam, porém, que há duas estátuas do legionário Pulsar. Quando é dita a senha, revela-se que uma das "estátuas" é o próprio Pulsar, que também está perdido nessa época... e murmurando a chegada de uma grande ameaça.

Continua...

A+:

* A senha utilizada para despertar os legionários, Lightning Lad, é o nome original do herói Relâmpago. É explicado que essa senha é utilizada para momentos de grande perigo dos heróis. O curioso é que Relâmpago, apesar de ser um dos legionários fundadores do grupo, tem também a fama de ser uma espécie de azarado dentro do grupo, chegando a morrer, ressucitar e perder um braço, entre outros golpes que o destino lhe deu. Usar seu nome como "emergência" chega a ser uma grande ironia.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 605

 - Justice League of America 8 (Junho de 2007)

História:

* "The Lightning Saga - Chapter One" - Escrita por Brad Meltzer, desenhada por Shane Davis, artefinalizada por Matt Banning
> Publicada no Brasil na revista Liga da Justiça nº 66, pela editora Panini


Primeira parte da Saga do Relâmpago.

O vilão Tridente é capturado por Batman que descobre que ele não é exatamente quem diz ser. Trata-se, na verdade, de Karate Kid e é citado que pertence a uma tal de Legião dos Super-Heróis, que atua mil anos no futuro. Acompanhado pelo herói Senhor Incrível, Batman descobre que a Sociedade da Justiça (grupo ao qual pertente Incrível) também está abrigando alguém que se diz vindo do futuro, o herói conhecido como Starman (Ástron).

Ao apresentar Starman para Karatê Kid, o primeiro diz algo em uma língua desconhecida que faz com que Karate Kid desmaie e saia do transe que o fazia pensar ser o Tridente. Mais que isso, ele revela que outros legionários estão presos no passado assim como ele. As duas equipes, Sociedade e Liga da Justiça, se unem para resolver esse mistério... e tentar encontrar os outros legionários.

A+ :

* A Sociedade da Justiça é um grupo de super-heróis criado em 1940 e pode ser considerada uma espécie de pré-Liga da Justiça (mesmo que não fosse essa a intenção). Reunia os principais personagens da editora DC Comics naquela época e combatia vilões da segunda guerra mundial.

Passaram-se décadas e hoje o mesmo grupo foi reformulado como heróis veteranos daquela época. Alguns integrantes, já com idade mais avançada, permanecem na Sociedade e outros são novos heróis que continuam o legado do passado.

Tornou-se um evento importante a reunião da Sociedade com a Liga da Justiça (que foi criada no início dos anos 60), quase que uma festa entre parentes distantes. A Saga do Relâmpago traz de volta o espírito dessas reuniões e insere a Legião dos Super-Heróis (comparada aqui com uma Liga da Justiça do Futuro), mesmo que os membros apresentados não sejam o mesmos da continuidade da revista mensal do grupo, mistério esse que também faz parte da linha de roteiro seguida.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 595


- Legion of Super-Heroes (Novembro de 2006)

História:

* "Chain of Command" - Dirigido por Lauren Montgomery, escrito por Amy Wolfram, com as vozes (no original) de Michael Cornacchia (Saltador), Yuri Lowenthal (Superboy), Andy Milder (Relâmpago)
> Veiculado no Brasil como Legião dos Super-Heróis


Interessante episódio da Legião que explora o espírito de equipe existente dentro de um grupo tão numeroso. Nos quadrinhos, o tema liderança é abordado na forma das eleições para novo líder da Legião. De fato, este episódio do desenho animado, apesar de usar a mesma eleição como pano de fundo, vai um pouco mais além, explorando a personalidade dos personagens e, consequentemente, futuros candidatos ao cargo.

Parte do grupo tem que auxiliar a população do planeta Winath, lar do legionário Relâmpago, a enfrentar uma violentíssima tempestade, muito comum no clima extremo do local. Já no planeta, encontram o legionário Cósmico, um dos principais líderes (senão o principal) do grupo nos quadrinhos, mas relegado a coadjuvante (ou até mesmo líder secreto) no desenho animado. Relâmpago parece não estar muito a vontade com a linha de comando de Cósmico... até mesmo denotando uma pontinha de inveja. Apesar dos dois serem líderes competentes, há uma certa guerra de egos que leva-os a discussões constantes.

Diante desse clima, tão tempestuoso quanto o do planeta, alguém se torna a voz da razão para resolver a crise: Saltador, que usa seus conhecimentos científicos para liderar seus colegas no salvamento. Ironicamente, o momento faz com que o legionário se destaque e seja eleito o novo líder da Legião, para surpresa de todos (inclusive dele).

A+ :

- O episódio, em clima de eleição, aproveita para apresentar outros legionários espalhados pelo espaço. Em ação, juntamente com o grupo de Winath, temos a participação de Colossal e Ferro. Nos holotransmissores de eleição, é possível ver diversos legionários como Ástron, Transmutador e Sonhadora. Prevalece o visual e conceito criados por Mark Waid e Barry Kitson, dupla responsável pelos quadrinhos na época em que o desenho era veiculado.

- Tão improvável quanto a vitória de Saltador é o seu romance com a personagem Moça Tríplice. Nos quadrinhos, isso representava a vitória do azarão do grupo (estereotipado como gordinho atrapalhado e engraçado, apesar de eficiente) com uma heroína de belas curvas. O episódio mostra um carinho da heroína, mesmo diante da timidez do herói. É ela, inclusive, que sempre o apóia primeiro em suas decisões e comemora a vitória de sua liderança.