quarta-feira, 30 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 542

 - The Legion 18 (Maio de 2003)

História:

* "Revival of the Fittest - Part Two" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Alejandro Barrionuevo, artefinalizada por Andy Lanning e Simon Coleby

Uma análise mais minuciosa do tumulto causado por Ra's Al Ghul revela que o terrorista não morreu na queda da plataforma que o levava. Inicia-se, então uma verdadeira caçada para encontrar o vilão dentro dos corredores do enorme Planeta Legião. Para piorar a situação, os clones de Al Ghul são libertados e confundem os legionários que estão capturando cópias da verdadeira ameaça. Em particular, o legionário Portal é quem mais se preocupa com a situação, uma vez que, no último encontro do grupo com o terrorista, ele decepou a mão do vilão.

Derrotanto um a um, no final Al Ghul se entrega e promete salvar a vida de Sensora (motivo pelo qual ele foi trazido para o Planeta Legião). Segundo ele, sua "fuga" aconteceu apenas para provar que ele é capaz disso e que os legionários podem ser derrotados por sua astúcia.

A vida de Sensora é salva, mas a um preço. Dê adeus a forma de serpente gigante da personagem. Ela agora é um híbrido de mulher humanóide e serpente... aparência que não lhe agradou nem um pouco.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 541

 - The Legion 17 (Abril de 2003)

História:

* "Revival of the Fittest" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Alejandro Barrionuevo, artefinalizada por Andy Lanning

O planeta Xanthu foi dominado pela raça Robótica, que foi derrotada pelos legionários na Terra. Os heróis partem para esse planeta afim de reconstruí-lo de seus destroços. Mas alguns robôs da raça invasora ainda estão no local e a tarefa parece ser mais difícil do que se esperava. Tentando impedir que uma das máquinas mate a população sobrevivente, os legionários a enfrentam mas, em meio a batalha, uma terrível explosão acontece... deixando a heroína-serpente Sensora a beira da morte.

Para salvar a vida de Sensora, Mon-El recorre a uma medida desesperada, pedindo ajuda a única mente capaz de curá-la: o terrorista Ra's Al Ghul.

Inicialmente, o vilão consegue um acordo para sua soltura e é levado algemado para o Planeta Legião. Lá, porém, ele consegue escapar e a plataforma onde era levado cai, explodindo e matando seus ocupantes... levando a única esperança de vida de Sensora embora.

Continua...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 540

 - The Legion 16 (Março de 2003)

História:

* "Five Reasons To Call In Sick" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Kev Walker, artefinalizada por Andy Lanning

O batismo de fogo de Lobo Cinzento não está sendo nada fácil. Acuados pelo Quinteto Fatal, os legionários que o acompanham levam uma surra, restando apenas ele para... apanhar.

Mesmo assim, usando sua astúcia e sua selvageria (sempre consciente e controlada) Lobo Cinzento consegue derrotar cada um dos vilões. É claro que essa vantagem não iria durar muito e, novamente, ele se vê cercado pelos inimigos. Sua sorte é que um miniportal se abre e todos os outros legionários literalmente caem do céu para ajudar seu novo companheiro.

No saldo final, Lobo Cinzento se saiu muito bem, mostrando que ele está longe de ser a máquina de violência gratuita que todos imaginavam que seria. O destaque para o personagem está além até mesmo de sua inteligência. Mesmo em uma situação complicada, Lobo Cinzento nunca perde o humor para uma tirada e nem mesmo ferido perde o foco do problema.

Olivier Coipel é a estrela da revista, sem dúvida, mas a arte de Kev Walker impressiona em todos os sentidos e faz bonito em sua presença no título.

domingo, 27 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 539

 - The Legion 15 (Fevereiro de 2003)
História:

* "Legion Rookie Blues" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Kev Walker, artefinalizada por Andy Lanning

Quem nunca teve a sensação de estar perdido em um primeiro dia no colégio ou mesmo em um novo emprego? Ambiente novo, pessoas novas... mas tudo assustadoramente desconhecido, dando a sensação de que precisamos tomar cuidado até mesmo por onde pisar. Pois na Legião dos Super-Heróis a situação não é diferente. Que o diga Lobo Cinzento em seu primeiro dia oficialmente como membro do grupo.

O novo legionário, ao contrário do que sua aparência selvagem transmite, tenta ser o mais educado possível com seus colegas. Na verdade, sua timidez diante de tantos heróis com poderes diferentes (e raças diferentes) é tamanha que mais parece um animal assustado. Sua única amiga mais conhecida é Aparição, mas, agora que ela e o bebê voltaram para casa, tem que se dedicar a família. Por falar nisso, o "ultra ciumento" marido da moça, o legionário Ultra Rapaz, não se simpatiza nem um pouco com o pacato Lobo Cinzento.

Para piorar ainda mais a situação do "calouro", de cara ele acaba enfrentando, praticamente sozinho, os piores vilões que já atacaram a Legião : o Quinteto Fatal. Mais parece uma pegadinha para novatos... se sua vida não estivesse correndo grave risco.

Continua...

sábado, 26 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 538

 - The Legion 14 (Janeiro de 2003)

História:

* "Flesh Is Weak" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Computo revela que sua reativação no passado até a criação da Robótica aconteceu durante o ataque da entidade conhecida como Imperiex (na saga Nossos Mundos em Guerra).

Os legionários conseguem pousar na Terra e partem para atacar o vilão, mas Brainiac 5 os impede e pede para confiarem nele enquanto evolui sua criação. Apesar de Computo mostrar que está blefando contra o legionário, para que esse termine sua evolução e ele se torne mais poderoso, Brainiac 5 está um passo a frente e faz com que ele se torne uma espécie de energia cibernética. Mais evoluído, sem dúvida, mas controlável.

A coluana Sharn Nux se desespera do ver essa evolução. Afinal, seu planeta (o mesmo de Brainiac 5) já foi dominado por máquinas ditadoras e seus governantes não desejam ver outro computador tirano no poder. Em um ato de fúria, ela ataca Brainiac 5, mas acaba sendo tragada pela energia de Computo, que explode e desaparece juntamente com ela.

Brainiac 5, mesmo ferido, se recupera. A Terra foi libertada das máquinas.

E Ultra Rapaz finalmente conhece seu recém nascido filho.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 536

 - The Legion 13 (Dezembro de 2002)

História:

* "Meanwhile..." - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Kev Walker

As forças armadas da Terra, juntamente com a Legião dos Super-Heróis, continuam tentando atravessar o campo de força em volta do planeta. Em meio a crise, R. J. Brande oferece um cargo de legionário para Lobo Cinzento.

No solo, a policial Erin segue Kinetix para escapar da detecção pelas máquinas que dominaram o mundo. Ela percebe que os construtos evolucionários criados por Ra's Al Ghul estão se transformando em robôs também. Isso acontece porque as criaturas evoluem conforme a forma dominante do ambiente, fazendo com que só os evoluídos sobrevivam. O problema é que a forma dominante do momento são as máquinas e, por isso, as criaturas estão se tornando elas. O pior é que Kinetix, que também tem essa capacidade, acaba se tornando uma máquina e já não é confiável para a segurança da policial.

Computo explica a Brainiac 5 que suas intenções são apenas de ser aceito como máquina com os mesmos direitos de uma criatura orgânica. Como a tentantiva de se conseguir isso não é pacífica, criou a Robótica para dominar o direito de viver a força. Compreendendo o desejo de sua própria criação, Brainiac 5 promete ajudá-lo a evoluir.

Continua...

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 536

 - The Legion 12 (Novembro de 2002)

História:

* "Choose Your Weapons" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning


Os legionários liderados por Mon-El, que foram reativar o Mundo Bélico, enfrentam, surpresos, a Liga da Justiça. Os lendários heróis, no entanto, agem estranhamente. Não parecem conhecer nenhum dos legionários (sendo que já se viram no passado) e acreditam que aquele não é o futuro, mas que eles invadiram o passado. Essa confusão fica mais evidente quando Flash demonstra não conhecer XS, a legionária velocista que é sua descendente.

Após a batalha entre membros de cada equipe, o que se descobre, graças ao andróide Gear, é que os membros da Liga da Justiça nada mais são do que imagens de luz sólida criadas pelo mundo bélico como sistema de defesa de invasores. Uma vez desativado esse sistema, os heróis conseguem reativar e direcionar a arma para a Terra.

Enquanto isso, a Terra ainda é assimilada pelos planos de conquista de Computo e uma oficial coluana (da mesma raça de Brainic 5), chamada Sharn Nux, especialista em computação e escolhida para ajudar na crise da Robótica, parece ter planos sombrios para o planeta.

Continua...

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 535

 - The Legion 11 (Outubro de 2002)

História:

* "System Burn" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

A raça Robótica ludibriou os legionários e invadiu o planeta Terra através do corpo mecânico do vilão Tarok. Foi como se ele se tornasse um cavalo de tróia vivo que deu acesso para que as máquinas infestassem todo o mundo. Cidades inteiras estão se tornando parte do grande circuito dessa raça.

Brainiac 5 é raptado pelas máquinas diante de Kinetix e a policial Erin. Levado até o que parece ser o centro de controle, o gênio legionário se espanta ao ver o agente Venge, braço direito de Al Ghul entre o maquinário. E fica ainda mais surpreso quando descobre sua verdadeira identidade: Computo! O computador vivo e vilanesco criado pelo próprio Brainiac 5.

No espaço, onde os legionários foram enganados pela Robótica, os heróis tentam a todo custo chegar até a Terra. Mas o planeta está envolvido em um fortíssimo campo de força que consegue resistir até mesmo aos mini portais estelares.

Mon-El percebe que precisarão de uma arma gigantesca para entrar e se lembra de uma lenda do passado. Levando os legionários até o local onde se encontra o planeta Plutão, mostra que, na verdade, o que há ali é algo conhecido como Mundo Bélico, poderosa arma em forma (e tamanho!) de planeta trazida, no passado, pelo vilão Imperiex na saga Nossos Mundos em Guerra. Após a batalha com os heróis da época, essa arma foi deixada no lugar de Plutão (que foi destruído) para manter o equilíbrio do Sistema Solar.

Porém, ao tentar reativar o Mundo Bélico, os legionários são hostilizados por lendas que prometeram proteger o local: a Liga da Justiça!

Continua...

A+:

- O planeta artificial conhecido como Mundo Bélico foi criado nos quadrinhos em 1980 pelo escritor Len Wein e o desenhista Jim Starlin (famoso por se envolver em histórias com personagens cósmicos). Na época, era dominado pelo vilão Mongul, com quem ficou popularizado.

- O campo de força em volta da Terra, criado pela Robótica, não é uma novidade nas histórias da Legião. Na verdade, era um dos elementos mais famosos e citados em suas aventuras passadas, quando a Terra era protegida por um campo de força administrado pelos Planetas Unidos. O campo da Robótica é uma espécie de homenagem dos autores a esse item do passado do grupo.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 534

 - The Legion 10 (Setembro de 2002)

História:

* "Thresholds" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Kev Walker, Kalman Andrasofszky, Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Uma velha tradição da Legião está de volta: a eleição de um novo líder. E a eleita dessa vez é... Kid Quantum. Faísca, em homenagem a seu irmão, passa a usar o codinome de Curto Circuito.

A Legião se prepara para a invasão da raça Robotica. E esses preparativos se tornam emergenciais quando descobrem que ela ocorrerá bem antes do que se havia calculado. Tudo levava a crer que as máquinas assassinas chegariam a Terra em seis meses. Mas, não se sabe como, a velocidade delas aumentou absurdamente e estarão no planeta em... quarenta e oito horas!

O plano dos legionários, agora com o aval da nova presidenta, é levar belonaves do governo da Terra para pontos do universo onde podem interceptar a invasão. Esse exército, no entanto, não encontra nada pela rota onde as máquinas estavam seguindo. Nem mesmo a visão do Ultra Rapaz encontra resquícios dela. É quando o pior acontece, do satélite-mundo da Legião, Tríade pede que voltem imediatamente. Algo está acontecendo com o planeta Terra... ele está sendo transformado em uma enorme máquina!

Continua...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 533

 - The Legion 9 (Agosto de 2002)

História:

* "Baby On Board" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Stephen DeStefano

Edição focada em Aparição e Lobo Cinzento... e o bebê dela... que estão em uma nave viajando de volta para a Terra.

Aparição tem o que parecem ser terríveis pesadelos onde alguém está tentando lhe enviar uma mensagem. Quando acordada, percebe que são mais que pesadelos, de fato alguém está transmitindo mentalmente uma mensagem sobre "dor" e causando intensa agonia nela. As fortes dores a levam até uma espécie de sala das máquinas da nave, onde uma câmara está hermeticamente fechada até mesmo para seus poderes de atravessar objetos sólidos. Segundo os oficiais da nave, é um local secreto, fechado pelo governo de Leland McCauley.

Enquanto isso, Lobo Cinzento tenta cuidar do bebê da legionária. "Tenta" porque a criança não é algo fácil de se seguir, uma vez que apresenta os poderes de seus pais, ou seja, intangilidade, ultra-velocidade, disparo de raios de calor, ultra-sopro (lembrando que o pai do bebê é o Ultra Rapaz). A situação é mostrada de uma forma cômica, com Lobo Cinzento passando apuros em toda a nave, tentando segurar o bebê antes que sua mãe descubra.

O jogo de gato e rato termina com o pequenino usando sua intangibilidade na câmara que sua mãe tentava abrir... conseguindo destrancá-la no processo. Lá dentro, estarrecidos, os heróis descobrem um trio de vyrganianos, a mesma raça do legionário Portal, que foram mudados geneticamente para servir de sistema de propulsão da nave. Acontece que esses alienígenas tem o poder de teleportar-se e, monstruosamente, o governo de Leland (que agora sabemos ser Ras Al Ghul disfarçado) usa-os para viagens rápidas nas naves da Terra.

O maquinário torturador é desligado e os alienígenas morrem. Em sua agonia final, transmitem uma última mensagem para Aparição: a raça Robótica está seguindo para destruir a Terra!

A+:

- No primeiro pesadelo de Aparição, os desenhos de DeStefano imitam o traço de Os Jetsons. Essa série de desenhos animados foi transmitida originalmente em 1962 e 1963 e mostrava uma família de um futuro longínquo, onde a tecnologia (exagerada) faz com que a humanidade viaje pelo espaço corriqueiramente, entre outras situações futuristas. O patriarca da família, George Jetson, é mostrado nessa edição com o uniforme do Ultra Rapaz.

domingo, 20 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 532

 - The Legion 8 (Julho de 2002)

História:

* "Hypersapiens" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Invadindo a base de Ras Al Ghul na Lua, os legionário se deparam com o vilão e... um a um... são derrotados. Al Ghul se vale de um anel de vôo similar ao usado pelos heróis e utiliza sua inteligência e conhecimento para virar os variados poderes da Legião contra ela mesma.

Na Terra, Mon-El, ainda muito ferido, está agonizando, pois seus ferimentos não estão melhorando. Além disso, sua invulnerabilidade (que agora retornou) não permite que os médicos tratem seu corpo de acordo. É quando Kinetix aparece e consegue cuidar de seu problema utilizando o poder curativo que ganhou com sua evolução forçada. Recuperado, o herói voa para a Lua e enfrenta o terrorista. Numa tentativa desesperada, Al Ghul acelera a Lua para ser jogada contra a Terra.

Após enfrentar Mon-El, o vilão faz uma estarrecedora descoberta. Dentro de sua própria base há um compartimento secreto onde se encontram vários clones dele mesmo estocados. Apesar de sua famosa imortalidade, entra em choque ao perceber que não passa de mais um clone que foi libertado. Essa desorientação é suficiente para que ele seja abatido.

De repente, os heróis sentem que o satélite desacelera e pára de cair. O motivo disso é que o planeta artificial da Legião reaparece e compensa a força gravitacional. Mas o planeta da Legião não havia sido destruído? Não. O que os vilões viram foi uma ilusão criada pela legionária Sensora para que tivessem tempo em elaborar algum plano. Com isso, a órbita da Terra ganha um novo satélite que marca a volta triunfal dos heróis.

sábado, 19 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 531

 
- The Legion 7 (Junho de 2002)

História:

* "Fear of Change" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

O plano do terrorista Ras Al Ghul faz com que um em cada um milhão de habitantes da Terra evolua para uma forma superpoderosa que garanta a evolução do restante da espécie. Aqueles que não são transformados em tais criaturas, tornam-sem uma espécie de "semente" contendo a identidade genética da vítima.

Uma das pessoas a evoluírem para essa forma é a ex-legionária Kinetix. Porém, como a heroína é ligada a energias místicas, consegue manter sua consciência, ao contrário das outras criaturas que são mais instintivas. Através dela (e da ligação com a transmissão mental Titanet, fornecida pela vice presidenta), os heróis descobrem um pouco mais sobre os planos de Al Ghul.

Os legionários utilizam seu mini portal estelar para invadir a base do terrorista, na Lua, e levar o exército da Terra com eles.

Enquanto isso, as máquinas assassinas da Robótica passam por uma nave khúndia onde se encontra Sonhadora. Ela prevê que o próximo alvo das máquinas seja... a Terra.

Continua...

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 530

 
- The Legion 6 (Maio de 2002)

História:

* "Terrorform" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Os legionários seguem para a sede do governo e conseguem salvar Mon-El, estabilizando seus ferimentos.

O grupo encara o presidente, que revela seu disfarce (se tratando do terrorista Ras Al Ghul). Apesar de estar só, o vilão tem um trunfo, deixando os legionários sob um dilema. Seus planos de terraformar a Lua nada mais eram do que transformá-la na base sob seu controle e que poderá aniquilar a vida na Terra, algo que já começou com os habitantes de Metrópolis. Os heróis, portanto, honram o estatuto da Legião e dão prioridade para salvar os habitantes, deixando o terrorista para trás.

Em Xanthu, para surpresa de Ástron e XS, os robôs assassinos da raça conhecida como Robótica, que haviam dizimado e conquistado o planeta, misteriosamente abandonam o local.

Continua...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 529

 
- The Legion 5 (Abril de 2002)

História:

* "Credo" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Peter Snejbjerg

Interlúdio focado no pequeno grupo que visita o outro lado do universo.

Após se entenderem com os belicosos kuai (povo ao qual pertence Shikari), os legionários solicitam uma audiência com sua matriarca. A intenção é oferecer uma vaga desse povo junto aos Planetas Unidos, uma vez que eram desconhecidos até então. Com a volta gradual dos mini portais estelares da Legião, essa união será possível.

No entanto, o que os heróis encontram é uma planeta que mais parece espólios de guerra. Diversas raças e culturas ali se alojaram após a morte do ditador onipotente conhecido como Progenitor (o ex-legionário Alquimista, que enlouqueceu de tanto poder).

Outra situação dramática é que os asseclas do Progenitor, o povo conhecido como Progene, também estão locados no planeta. Muitos os vêem como uma triste lembrança de um período onde as criaturas dominavam com fúria assassina. Com a morte de seu líder, muitos progenes ficaram desamparados, feridos e cercados de inimigos. Apesar de serem vistos como causa de grande parte do mal causado naquela parte do univers, a verdade é que se trata de um povo que em nada lembra a supremacia do passado. O preconceito contra eles, no entanto, se estende até mesmo contras fêmeas e seus filhotes.

Até entre os legionários esse assunto causa polêmica. Satúrnia lembra bem dos horrores espalhado pelos progenes e é contra a estadia deles. Já o Rapaz Invisível, que não foi testemunha das atrocidades, consegue ver tudo com um olhar mais imparcial, percebendo que se trata de um povo que precisa de ajuda. Até mesmo Faísca, que ainda tinha esperanças de encontrar seu irmão vivo (morto justamente na guerra da qual os progenes eram responsáveis), sente pena das criaturas.

Para piorar o clima, surge uma facção extremista conhecida como Credo, que prega que os progenes devem ser exterminados a qualquer custo. Em um dos ataques do Credo, Rapaz Invisível é ferido ao defender os progenes e Satúrnia percebe o medo pelo qual aquele povo passa.

O Credo é afastado do local, mas seu líder, conhecido como Singularidade, reúne um exército que vai muito além de um simples grupo isolado de fanáticos.

Continua...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 528

 - The Legion 4 (Março de 2002)

História:

* "Moon Rise" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

A Legião continua procurando por seus ex-integrantes e agora encontram Portal em uma espécie de prisão clandestina do regime ditatorial do presidente Leland (na verdade, Ras Al Ghul disfarçado). Apesar do resgate, a situação dos legionários não parece tão fácil, já que, logo em seguida, são cercados pela Polícia Científica e o planeta-base do grupo é destruído pelas frotas do presidente.

Ras Al Ghul mantém Mon-El, o mais poderoso dos legionários, preso em uma sala com luz solar vermelha, o que incapacita seus poderes (já que ele necessita de luz amarela). Para dobrá-lo o vilão sadicamente dispara tiros em seu corpo de uma em uma hora... balas que podem penetrar sua pele, já que está enfraquecido.

Do outro lado do universo, o grupo que acreditava ter encontrado Relâmpago na verdade vê que a fonte de eletricidade são rochas energizadas vigiadas pelo povo de Shikari, os kwai.

Em Xanthu, planeta devastado por máquinas e robôs assassinos, Ástros e XS são os únicos a resistir a invasão e tentam, sozinhos, salvar o planeta.

Tempos difíceis para os heróis do futuro.

Continua...

A+:

- O grande plano de Ras Al Ghul, no futuro, é terraformar a Lua para torná-la habitável. Na Terra, vários protestos são feitos contra essa decisão. Dois locais por onde os manifestantes passam são homenagens a profissionais dos quadrinhos que já trabalharam nas páginas das aventuras da Legião. A Swan Boulevard é uma homenagem ao desenhista e escritor Curt Swan. Já a Bridwell Square é uma homenagem a E. Nelson Bridwell, escritor que fez histórias da Legião que foram desenhadas por Swan.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 527


- The Legion 3 (Fevereiro de 2002)

História:

* "Legion World" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Os legionários se reúnem finalmente e seguem para sua base. Aliás, chamar de "base" é tentar diminuir (literalmente) o termo. A "base" agora é nada menos que... um planeta artificial! Camuflado para ser encontrado apenas pelos heróis (exceto Shikari, que consegue ver o planeta sob a camuflagem, graças a seus instintos insectóides), dentro dele ainda há outros reencontros: Sensora, Gear (o legionário andróide que pouco apareceu) e... R. J. Brande, financiador e, novamente, responsável por todo o projeto que abrigará os legionários.

Outra novidade é que, mesmo sem os Portais Estelares, os heróis contam com um método de transporte semelhante, uma espécie de miniportal estelar que os leva até outros planetas atravessando por dimensões. Através deles, conseguem contatar Faísca e, após a triste notícia sobre a morte de seu irmão (Curto Circuito), ela também se une ao grupo.

Por falar na morte de Curto Circuito, agora que podem se locomover por partes distantes do universo em uma questão de minutos, um pequeno grupo de legionários segue para o local onde o herói aparentemente faleceu. Lá encontram uma luminosidade intensa... como se fosse um relâmpago. Estaria Curto Circuito vivo, afinal?

Na Terra, Mon-El toma satisfações com o presidente Leland (ou o impostor que tomou seu lugar) a respeito de seu comunicador, por onde um tardio chamado da Legião lhe chegou. Enfurecido, logo se surpreende com a repentina reação do presidente... e com sua força... que é capaz de derrubar o mais poderoso dos legionários. É quando Leland revela sua verdadeira identidade... o super-terrorista imortal Ras Al Ghul!

Continua...

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 526

 - The Legion 2 (Dezembro de 2002)

História:

* "Fight or Flight" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Estréia da nova revista mensal da Legião dos Super-Heróis, simplesmente chamada de "A Legião".

O grupo de ataque de Leland McCauley, liderados pelo agente Venge, procura pelos corpos dos legionários nos destroços da explosão ocorrida nos subterrâneos da cidade (onde estavam em uma espécie de transporte). Para a surpresa dos "vilões", os heróis sobreviveram graças ao campo de força ampliado de Brainiac 5 e a camuflagem de trevas de Penumbra.

Ao enfrentarem o grupo, os legionários descobrem que o agente Venge é bem mais do que aparenta. Ficando na defensiva, o assecla do presidente Leland resiste a todos os poderes dos legionários, desde a superforça do Ultra Rapaz até a energia feita de antimatéria de Pulsar. Para se recuperarem da novidade, os heróis batem em retirada.

Enquanto isso, Shikari é levada por uma equipe médica para entrar na quarentena que irá estudar se ela traz alguma doença contagiosa. O que ninguém percebe é que o trio que a leva tem o mesmo rosto. Trata-se de Tríade, ex-legionária que está resgatando a moça e completa o salvamento pegando carona com uma inusitada ajuda.

Os legionários chegam a uma parte subterrânea muito suspeita, feita com uma tecnologia misteriosa. Devido a fuga, eles não tem tempo de investigar (para a decepção de Brainiac 5). Logo em seguida, estão no que parece ser o esgoto, apesar de feito com outra substância tóxica. A urgência em sair do local está em uma enxurrada dessa mesma substância, que está chegando muito perto graças as ordens de Venge em inundar o local.

Chegam ao fundo do túnel apenas para descobrir que estão cercados, afinal ele vai dar em uma espécie de grande represa de lixo tóxico. Antes, ficam surpresos ao encontrar vários esqueletos no local. Um deles chama a atenção de todos, já que o identificam como sendo o corpo de... Leland McCauley. Mas... se Leland está morto... quem é o presidente?

Antes que a enxurrada de lixo tóxico chegue ao local, os legionários recebem a ajuda de... Shikari... e a nave do Saltador. São os outros legionários salvando seus colegas.

domingo, 13 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 525


- The Legion 1 (Dezembro de 2001)

História:

* "No Place Like Home" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Estréia da nova revista mensal da Legião dos Super-Heróis, simplesmente chamada de "A Legião".

Os legionários que estavam perdidos no outro lado do universo, e que acredita-se estarem mortos, conseguem voltar para a Terra.

Para o desgosto do presidente Leland, que debandou o grupo "sobrevivente", a população ovaciona a volta dos heróis e mostra que sua popularidade não caiu depois do fim da antiga formação. Para reforçar ainda mais esse carinho popular, os heróis tem a chance de defender a sede dos Planetas Unidos do ataque de terroristas que, inclusive, ameaçam o presidente.

Mas Leland consegue manipular a situação para que nada saia do controle. Mon-El, que reencontra seus amigos, ainda parece controlado pelo governo. Os agentes levam a insectóide Shikari, que se uniu ao grupo quando encontrada no outro lado do universo, para verificar se não traz nenhuma doença de seu local de origem. Isso é justificado pelo próprio Brainiac 5, que concorda com o fato de não saberem muito sobre a fisiologia da colega.

O grupo é levado por uma espécie de transporte subterrâneo, mas Satúrnia acorda alertando que eles estão em uma armadilha. Nesse momento, o transporte explode, com os legionários ainda dentro dele...

Continua...
A+:

- O desenhista francês Olivier Coipel começou sua carreira na grande indústria de quadrinhos através das histórias da Legião, escritas na época pela dupla Dan Abnett e Andy Lanning, escritores também europeus que se destacaram nos quadrinhos americanos. A arte de Coipel faria sucesso entre os leitores e o popularizaria como um dos grandes nomes dos quadrinhos. Foi o responsável pela arte da última reformulação do personagem Thor, da editora Marvel Comics.

sábado, 12 de novembro de 2011

ÂMAGO REPÓRTER


Dan Abnett, Andy Lanning e Olivier Coipel falam sobre o novo título da Legião dos Super-Heróis. (Parte 2)

Uma das principais queixas sobre as versões anteriores da Legião de Super-Heróis é a quantidade interminável de personagens que compõem a equipe. Coipel  aproximou-se do título com uma nova perspectiva.

"É realmente um desafio para a composição e seu resultado final, quando se faz um desenho com todos esses personagens", disse Coipel. "É realmente trabalhoso, especialmente quando os leitores estão atentos, como o anúncio que fizemos para a promoção (N.T.: com os legionários que retornaram). É claro que se torna irresistível desenhar todos, mesmo quando se está atrasado com as páginas. Mas eu não deveria reclamar, pois não tinha a oportunidade de utilizar o elenco completo do grupo ainda!"

Coipel não só gostou de desenhar os personagens, mas desenvolveu apego a alguns deles.

"Por enquanto eu gosto do Ultra Rapaz,Camaleão, Penumbra e Kid Quantum, principalmente por causa de seu caráter. É como encontrar alguém que você não conhece e quanto mais você conhece esta pessoa, mais você aprecia."

Durante a minissérie "Legion Lost", os escritores Abnett e Lanning provaram que não tem medo de matar personagens principais.  Como resultado, os fãs aprenderam a nunca ficar muito confortáveis com o status quo do grupo. Mas, seu objetivo não é diminuir o longo elenco para torná-lo mais administrável, e sim, explorar as infinitas possibilidades que uma lista desse tamanho tem para oferecer.

"Todos os personagens da Legião são legais, e eles são uma LEGIÃO afinal”, disse Abnett. "... Estamos tentando desenvolver um estilo de contar histórias que mantém todos no quadro sem o peso dos números."

A dupla compara a Legião (em relação a quantidade de personagens) aos X-Men, da editora Marvel Comics. Concordam que há semelhanças, mas não estão tentando criar outra versão dos grupo mutante.

"X-men é sobre um grupo defendendo uma minoria reprimida, enquanto Legião é sobre a união de diferentes culturas e espécies para um bem comum", disse Lanning.

Com a recente exposição dada aos escritores, através de seu trabalho com a Legião, falam sobre outras revistas e até mesmo de outras editoras.

"Temos mais projetos com a Legião, possivelmente crossovers. Mulher Maravilha artefinalizado por Andy", disse Abnett. "Homem de Gelo, Bloodstone [para a Marvel], algumas coisas que não podemos anunciar ainda e algo para o selo Wildstorm."

"Dan também está trabalhando em Planeta dos Macacos, para a editora Dark Horse, para não mencionar Sinister Dexter e Durham Red para 2000AD e Warhammer 40K para a Games Workshop", disse Lanning.

Então, que tipo de histórias que os fãs podem esperar para ler começando com The Legion nº 1?

"Grandes histórias. Ameaças internas e externas, conceitos de ficção científica em larga escala, e uma definição de reinício da Legião", disse Lanning. "Maior e melhor do que nunca."


Entrevista originalmente publicada no site Comic Book Resources ( www.comicbookresources.com )
Tradução e adaptação: Dark Marcos

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

ÃMAGO REPÓRTER


Dan Abnett, Andy Lanning e Olivier Coipel falam sobre o novo título da Legião dos Super-Heróis. (Parte 1)

Em Outubro de 2002, a DC Comics relançou o título de super-heróis adolescentes com a Legião dos Super-Heróis, agora pela revista chamada "A Legião".

Escrito pela dupla dinâmica Dan Abnett e Andy Lanning, o novo título inicia onde os eventos mostrados nas minisséries  Legion Lost (Legião Perdida) e World's Legion (Mundos da Legião) pararam. Abnett, Lanning e o desenhista Olivier Coipel falaram ao CBR News sobre sua nova e melhorada versão do grupo nesse novo título.

"Não é uma revista de equipe como "Legião", disse Lanning. "Sua história é extensa e, apesar de se passar em um futuro distante, é também firmemente parte do universo de personagens da editora DC Comics (N.T.:  formado por Superman, Batman, entre outros); é a chance de ver o que esse universo de hoje se tornará amanhã. A nova série é um retorno ao que pode ser chamado como “clássico”. A Legião reformulada trabalhando para proteger o futuro otimista dos Planetas Unidos, com o otimismo e diversão dos grandes dias do grupo, mas com uma abordagem moderna."

Falando a CBR News sobre o seu trabalho na nova revista, Olivier Coipel também partilhou a sua empolgação com a nova Legião.
"É um novo começo para a Legião", disse Coipel. "É emocionante e você realmente tem a sensação de uma história de ficção científica em grande escala. Eu realmente acho que os fãs, antigos e novos, vão apreciar estas novas aventuras. Você vai ver os personagens em situações que você nunca viu antes."

Mesmo para os fãs que ainda não conheceram o seu trabalho em Legion Lost ou World's Legion, Abnett e Lanning  estão tendo o cuidado para que o primeiro número da Legião seja um ótimo lugar para conhecer o grupo.

"Tudo o que você precisa é de ir lá e ler a primeira edição", disse Lanning. "Legion Lost e World's Legion preparam o terreno, mas (estas) são boas histórias em sua próprias séries. Com alguma sorte, a diversão dessa nova série irá atiçar a curiosidade do leitor em procurar as edições anteriores. Não porque ele precisa delas, mas porque ele quer."

"Alguns dos eventos são relacionados com a Legion Lost, é claro, mas a história principal não precisa de um conhecimento completo da Legião", disse Coipel. "Eu não acho que você precisa ir antes de Legion Lost para acompanhar a história",
Na verdade, o artista Coipel não tinha conhecimento prévio da Legião dos Super-Heróis antes de seu primeiro trabalho sobre o título, embora ele ouviu falar que um cara chamado Mike Grell uma vez fez algum trabalho com o grupo.

"Eu não conhecia a Legião até que comecei a ler Legion Of The Damned (a saga Legião dos Amaldiçoados). Eu cresci na França, onde a Legião é praticamente desconhecida", explicou Coipel. "A (editora) DC enviou-me alguns edições anteriores para a iniciar meus trabalhos no título. Então, para mim, eu ainda estou descobrindo a Legião. Quanto a edições desenhadas por Grell, um monte de fãs se referem a ele e estou buscando algumas delas!"

Continua...
Entrevista originalmente publicada no site Comic Book Resources:
( www.comicbookresources.com )
Tradução e adaptação: Dark Marcos

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 524

- Legion Worlds 6 (Novembro de 2001)

História:

* "A Moment Here" - Escrita por Dan Abnett, desenhada por Mike McKone, artefinalizada por Marlo Alquiza

A pequena história secundária que fecha esta minissérie mostra o momento em que a Legião dos Super-Heróis foi desfeita pelo então presidente Leland McCauley, em uma homenagem pelos legionários mortos na explosão dos Portais Estelares. Ou seja, é o momento em que os legionários se separam e embarcam em uma longa viagem para planetas diferentes, como foi mostrado ao longo dessa minissérie.

No momento da despedida vemos que Ferro foi convidado por Karatê Kid para uma viagem de conhecimento interior, Rapaz Invisível sabia (e guardou segredo) da gravidez de Aparição e o agente governamental Venge sondava Mon-El para trabalhar junto ao presidente.

No final, quando os legionários estão se despedindo em sua sede, assistem a um holovídeo do ex-presidente e financiador do grupo, R. J. Brande. Nele, em um discurso emocionado, Brande transmite aos jovens heróis que a Legião é mais que uma instituição... mas um estado de espírito, uma atitude... o verdadeiro sentido de ser uma pessoa de bem... um herói.

Um ano depois, próximo a rota para a Lua, uma nave reaparece próximo a Terra. São os legionários que foram dados como mortos... e que, na verdade, estavam do outro lado do universo, que estão retornando.

Continua na nova série mensal da Legião...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 523

 - Legion Worlds 6 (Novembro de 2001)

História:

* "You Are Here: Rimbor" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Killian Plunkett

Praticamente todos os personagens das histórias da Legião dos Super-Heróis, inclusive coadjuvantes, foram reformulados para os anos 90. Em maior ou menor grau de aparição, muitos deles receberam releituras tão diferentes que mais pareciam homenagens aos personagens do passado (caso do rochoso Brika, personagem que apareceu em uma única saga e lembrava muito o legionário Bloko).

Curiosamente, um legionário de peso simplesmente foi ignorado nessa época, sequer sendo mencionado nas entrelinhas: Lobo Cinzento. Mas a longa ausência do personagem é corrigida neste último número da minissérie Mundos da Legião, preparando-o para entrar de cara na nova revista mensal do grupo.

Outra surpresa é a gravidez de Aparição, que desapareceu desde a explosão dos Portais Estelares e acreditavam estar morta após seu curto aparecimento na minissérie Legião Perdida, quando foi revelado que não passava de uma ilusão mental criada por Satúrnia para conter o desespero de seu marido, Ultra Rapaz.

Nessa edição visitamos o planeta Rimbor, uma espécie de periferia pobre e violenta do universo. O planeta é dominado por gangues locais e traficantes. É nesse perigoso lugar onde a legionária Aparição tenta fugir de criminosos e é salva por um integrante da gangue dos Lobos. Com poderes que lhe dão agilidade e ferocidade de um animal, esse novo herói é conhecido como Lobo Cinzento.

Brin Londo, como é conhecido, logo mostra que suas intenções são proteger Aparição, bem como garantir um parto tranquilo para ela. Em seu caminho, além das gangues rivais, está um grupo de mercenários enviados pela vice-presidenta (mãe de Aparição), que não medem força para chegar até a moça, e até mesmo a sogra dela, mãe de Ultra Rapaz, que já pensa na recompensa que pode ganhar ao saber que a nora é filha da vice presidenta.

Com seus poderes lupinos, Lobo Cinzento consegue derrotar os mercenários e Aparição tem seu bebê na sede da gangue. No meio da batalha, ficam sabendo da volta dos legionários, o que leva o casal e o bebê a embarcarem para a longa viagem para a Terra.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 522

- Legion Worlds 5 (Outubro de 2001)

História:

* "Executive Action" - Escrita por Dan Abnett, desenhada por Jamie Tolagson

Enquanto os demais legionários não retornam a Terra, o mais poderoso deles serve ingenuamente a um corrupto governo dos Planetas Unidos, liderado pelo ganancioso Leland McCauley. Na verdade, nada é mostrado do quão sujo pode ser o governo de Leland, mas este pequeno conto dá idéia de que algo não está bem.

É mostrada uma ação contra ladrões onde o Mon-El, mesmo com seus vastos superpoderes, não se rivaliza contra as más intenções do braço direito de Leland, o misterioso Sr Venge. Agindo nas sombras, este agente mostra estar sempre um passo a frente do herói e toma ações duras contra os criminosos. Ações, no entanto, que talvez escondam algo pior do que a aparente ameaça.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 521

 
- Legion Worlds 5 (Outubro de 2001)

História:

* "You Are Here: Steeple" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Steve Dillon, artefinalizada por Klaus Janson e John Stanisei

De todos os mundos da Federação dos Planetas Unidos até agora, este é o único até então desconhecido pelo leitor. Steeple é um mundo pacífico, rodeado por enormes formações rochosas, e habitado por uma espécie de monges que voam em águas-vivas voadoras. Local cheio de silêncio e paz ideal para que Karatê Kid passe um tempo em contemplação.

Mas essa paz não dura muito tempo. Um poderoso fugitivo invade o planeta e mata a sangue frio a maioria dos monges. O vilão é tão violento que consegue até mesmo quebrar o corpo metálico do legionário Ferro, que havia encontrado certa paz nesse planeta, a ponto de sentir-se seguro e tirar seu elmo (pois envergonha-se de mostrar sua face deformada).

Karatê Kid persegue o fugitivo e, utilizando o anel de vôo de Ferro (pois decidiu retirar o seu após a Legião ser debandada), consegue derrotá-lo e entregá-lo as autoridades. Ferro, no entanto, com o corpo bastante avariado, permanece em uma espécie de animação suspensa até que se encontre a cura para seu estado.

domingo, 6 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 520

- Legion Worlds 4 (Setembro de 2001)

História:

* "War Makes Us Weapons" - Escrita por Dan Abnett, desenhada por Rick Leonardi, artefinalizada por Al Williamson

O poder de Sonhadora é muito simples. Ela sonha! Porém, com eventos futuros. Para uma raça guerreira como a dos khúndios, o que pode parecer um poder com pouco potencial de ataque, torna-se um excelente instrumento de táticas de guerra.

Nesse conto secundário é mostrado como a personagem foi moldada pelos alienígenas, não só em relação a seus poderes mas, também, aprendendo táticas de combate corpo a corpo com os melhores guerreiros do universo.

Em suas recordações, Sonhadora relembra suas últimas previsões, bem como eventos que já aconteceram, como o treinamento de seu namorado, Ástron, nas mãos dos mesmos khúndios (que o ensinaram a usar seus poderes sobre a gravidade de forma mais hostil). Também relembra fatos dos quais ela não foi testemunha, como a possível morte de Ástron em Xanthu, e as desventuras de seus colegas legionários no outro lado do universo. Esta última previsão não é compreendida pela personagem pois ela não tem conhecimento do paradeiro de parte da Legião. Mas não deixa de ser uma previsão, uma vez que os heróis estão retornando para a Terra.

sábado, 5 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 519

 
- Legion Worlds 4 (Setembro de 2001)

História:

* "You Are Here: Xanthu" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Duncan Rouleau, artefinalizada por Jaime Mendoza

Um dos planetas que mais sofreram durante esse período foi Xanthu. Em um péssimo momento, o mundo de Ástron é invadido e dizimado por uma frota formada por uma raça de robôs. Para enfrentar a ameaça e tentar salvar seu povo, o herói conta com a presença da legionária velocista XS e com a raça guerreira dos khúndios, que se aliaram a Xanthu em concorrência com os Planeta Unidos.

Sem poder receber a ajuda de outros planetas, que não podiam atender a nenhuma emergência devido a ausência dos Portais Estelares, Ástron vê seu mundo cair diante da invasão. O máximo que podem fazer é garantir que boa parte da população (incluindo sua amada Sonhadora) possam fugir em naves gigantescas. Porém, para trás, fica o casal de legionários com seus poderes contra milhares de robôs assassinos...

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 518

- Legion Worlds 3 (Agosto de 2001)

História:

* "On The Net" - Escrita por Dan Abnett, desenhada por Rick Burchett

Outra consequência imediata da destruição dos Portais Estelares era como os Planetas Unidos iriam governar sem esse "atalho" entre os mundo que eram membros. Ações diplomáticas eram fáceis de serem tomadas em reuniões entre governantes de diferentes planetas. Mas, agora, essas reuniões se tornaram inviáveis uma vez que reunir-se entre eles levaria meses apenas com o transporte de seus líderes.

A solução para esse problema de distância surgiu na lua de Titã, lar da legionária Satúrnia, onde os habitantes desenvolveram uma espécie de comunicador mental que emulava seus próprios poderes naturais. Desta forma, quem usasse um simples adorno fixado na têmpora era capaz de se comunicar telepaticamente com outro habitante de um planeta distante. Era uma espécie de celular telepático!

Nesse pequeno conto, é mostrado como a vice-presidenta Winama Wazzo (mãe da legionária Aparição) faz um teste/contato com diversos líderes de outros planetas e como a atual crise afetou a política interplanetária.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 517

 - Legion Worlds 3 (Agosto de 2001)

História:

* "You Are Here : Braal" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Paul Rivoche

O terceiro mundo explorado na minissérie Mundos da Legião é o planeta Braal, lar do legionário Cósmico. O que vemos nele é uma espécie de mundo controlado pela Polícia Científica, que luta contra o submundo criminoso que age a sombra do evento esportivo do local, a magnoball (uma espécie de jogo com esferas metálicas, controladas por jogadores do planeta que tem poder magnéticos).

Um dos policiais é ninguém menos que Dirk Magz, legionário que perdeu seus poderes magnéticos e agia mais na parte administrativa do grupo. Dirk investiga os criminosos de uma gangue, mas também tem que lidar com a ação de vigilantes, que agem como heróis clandestinos e, aparentemente, tem poderes que vão além do magnetismo.

Quando Dirk consegue capturar um dos vigilantes, descobre que ele é o legionário Cósmico, que está agindo secretamente com Violeta, Rapaz Invisível e Chuck. Este último, o engenheiro da Legião, cria uma espécie de nave não-metálica capaz de saltar e avariar outra naves. Ganha, assim, o apelido de Saltador.

Preferindo agir sem muito alarde, Cósmico, fugindo da Polícia Científica, convence Dirk a camuflar sua fuga sob a simulação de uma explosão em sua nave, fazendo com que todos acreditem que foram mortos. A intenção de Cósmico é voltar para a Terra em uma nave com velocidade superior ao que se poderia conseguir (lembrando que os Portais Estelares não mais existem) e encontrar seus colegas que acabaram de voltar.

A+:
Chuck Tayne, sem poderes nessa versão da Legião, é "homenageado" ao ganhar o apelido de Saltador, devido a sua criação, uma nave de forma esférica, capaz de "saltar" e destruir outras naves. Acontece que, no passado, esse mesmo personagem tinha o poder de inflar e quicar como uma bola de borracha, utilizando o codinome de... Saltador.