segunda-feira, 31 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 514

- Legion Worlds 1 (Junho de 2001)

História:

* "The Earth Spins" - Escrita por Dan Abnett, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

As histórias secundárias da minissérie Mundos da Legião em poucas páginas conseguem ser tão interessantes do que uma história que ocupe a revista inteira. Trazem bastidores das consequências dos últimos acontecimentos, tanto do desaparecimento dos legionários como de sua volta. Assim como a história principal, traz um desenhista diferente a cada uma delas, em um estilo bem diferenciado se comparado a cada edição. Nesta, porém, temos a arte de Olivier Coipel, que já ficou conhecido pelos fãs da Legião.

A história... ou momento... mostra Tríade chegando em seu apartamento e assistindo um documentário sobre Tharok, Mon-El e a Legião dos Super-Heróis. Serve para situar o leitor sobre os últimos acontecimentos. Ao final do documentário, a legionária fica sabendo que seus colegas, que haviam sumido no espaço, estão retornando a Terra.

domingo, 30 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 513

 - Legion Worlds 1 (Junho de 2001)

História:

* "You Are Here: Earth" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Yvel Guichet, artefinalizada por Dexter Vines

A minissérie Mundos da Legião mostra o que aconteceu ao universo após a explosão que fez desaparecer a maioria dos legionários. Alguns são dados como mortos (representados por um monumento em sua homenagem) e outros se encontram com suas vidas modificadas após o grupo ter sido desfeito.

Mon-El parece ser o único herói na ativa e se vira como pode em um planeta Terra que é sede do novo presidente dos Planetas Unidos: Leland McCauley. Sim, após o impeachment de R. J. Brande, o rival do fundador da Legião assume como a autoridade máxima do futuro.

Durante uma crise que envolve o líder do Quinteto Fatal, Tharok, onde também há um clima de conspiração por parte do governo de Leland (que continua sem escrúpulos), Mon-El encontra duas ex-colegas da Legião: Kinetix, que tornou-se uma cadete da Polícia Científica e Tríade, que apenas relembra os velhos tempos e nem pode mais contar com seu ex-emprego como secretária de Brande.

Mas, no meio desse clima saudosista, Mon-El, que tenta deter uma invasão robótica, parece presenciar a volta de seus antigos colegas.

sábado, 29 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 512

 
- Superboy's Legion 2 (Maio de 2001)

História:

* "Superboy's Legion - part 2" - Escrita por Mark Farmer, desenhada por Alan Davis
> Publicado no Brasil na minissérie Legião do Superboy nº 2, pela editora Mythos


Um dos fatores interessantes de um mundo onde o Superboy (e, consequentemente, o Super-Homem) tenha apenas aparecido no futuro, é que, no passado, seu arquiinimigo, Lex Luthor, ficou totalmente livre para suas conquistas gananciosas. Suas ações, nessa realidade, levaram a uma espécie de guerra dos heróis contra o poderoso exército tecnológico que montou, perrmitindo que seus planos o fizessem continuar até o futuro da Legião.

O plano de Luthor no futuro, que se mostra o líder por trás do ataque do Quinteto Fatal, é dominar o planeta Colu, lar do legionário Brainiac 5, conquistando todo o conhecimento das mentes superavançadas de lá. Chega a montar um construto robótico que quase derrota os legionários.

A Legião, abalada pela morte de Colossal, consegue reagir e vê novos membros se unirem ao grupo, como Relâmpago, Sensora e Karatê Kid. Brainiac 5 consegue desbaratar os planos de Luthor e mostra que ele havia sido derrotado no passado, tendo seu corpo jogado e esquecido por séculos, apesar de sua mente vilanesca permanecer no ciberespaço.

A+:

- O corpo robótico utilizado por Luthor tem o formato do vilão Brainiac que prevaleceu nos quadrinhos do início dos anos 80. Como o nome diz, esse vilão é uma espécie de antepassado do heróico legionário Brainiac 5. Este, por sua vez, utiliza uma espécie de tiara que muito lembra um adorno da cabeça do vilão na Era de Prata dos Quadrinhos.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 511

 
 - Superboy's Legion 1 (Abril de 2001)
História:

* "Superboy's Legion - part 1" - Escrita por Mark Farmer, desenhada por Alan Davis
> Publicado no Brasil na minissérie Legião do Superboy nº 1, pela editora Mythos


Uma minissérie (apesar de em apenas dois capítulos), com uma Legião dos Super-Heróis alternativa, imaginando o grupo caso ele fosse criado pelo Superboy.

No futuro, o bilionário R.J. Brande explora o que parece ser um cinturão de asteróides do que antes foi o planeta Krypton. Dentro de um deles, encontra uma espécie de câmara/nave que manteve vivo um bebê dentro dela. Tratava-se da mesma nave preparada para salvar a criança da explosão do planeta e que ia ser enviada a Terra (como sabemos, esse bebê iria se tornar o Super-Homem). Mas, por algum motivo, o lançamento não aconteceu a tempo e a nave ficou presa em um dos pedaços do planeta durante mil anos... até o futuro onde existiria a Legião... mantendo o bebê vivo.

Brande cria o bebê como seu filho e este se torna Superboy. No entanto, diferente do tradicional herói criado por um casal do interior dos Estados Unidos, aqui Brande não pôde lhe dar uma formação moral tão direcionada. Isso não quer dizer que Superboy se tornou mal ou amoral, mas, com um pai sendo um dos principais empresários da Terra, tornou-se um adolescente cheio de dúvidas sobre sua natureza superpoderosa, além de não medir a consequência de seus atos.

Brande está prestes a alistar seu filho na Polícia Científica, aqui dirigida por Universo (sim, o mesmo que seria um vilão no futuro tradicional da Legião). Mas o garoto parece não gostar da idéia.

Em uma de suas fugas para o espaço, Superboy consegue salvar uma nave onde estão Cósmico e Satúrnia, um casal de alienígenas que também estava tentando usar seus poderes para espantar um animal espacial. Ficam amigos e decidem que seus poderes devem ser usados para ajudar. Nascia assim a Legião... do Superboy!

Com o tempo outros heróis são alistados para fazerem parte do grupo. No entanto, a forma de agir do mesmo seguia bem a visão do Superboy, um tanto instintivo e achando que tudo acontecia por diversão.

A diversão, por assim dizer, termina quando o grupo enfrenta O Quinteto Fatal, grupo de vilões que joga pesado contra os jovens. Algumas duras sequelas mostram a essa Legião que salvar o mundo está longe de ser divertido. Colossal é morto. Ástron é deformado e Brainiac 5 é levado pelo Quinteto e entregue para seu financiador: o empresário Lex Luthor!

O desenhista Alan Davis, aqui acompanhado por seu fiel artefinalista Mark Farmer (que também é responsável por escrever essa história), se esbalda no universo futurista da Legião, uma vez que em sua arte sempre mostrou criaturas bizarras tanto no conceito quanto no visual. A sua interpretação do Camaleão, por exemplo, é única. O herói tem um visual parecido com o seu surgimento original, porém exagerando nos ângulos, deixando-o mais alienígena ainda.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 510

 
 - Titans / Legion of Super-Heroes: Universe Ablaze 4 (Abril de 2000)

História:

* "Universe Ablaze - part 4" - Escrita e desenhada por Dan Jurgens, artefinalizada por Phil Jimenez
> Publicado no Brasil na minissérie Titãs & Legião dos Super-Heróis: Universo Incandescente nº 4, pela editora Mythos


A Terra é devastada por naves tamarianas da vilã Estrela Negra. Titãs (agora sem o domínio de Universo) e Legionários tentam impedir, mas as frota é numerosa. Muito dos heróis, inclusive... são mortos durante a batalha.

Para impedir que esse futuro sombrio se torne realidade, Satúrnia tenta utilizar o mesmo plano que seu primo vilão... viajar até o passado mentalmente e manipular os eventos que levaram até aquele momento.

Com a ajuda das lembranças de Sina e o mecanismo que Universo utilizaria para dominar planetas, os poderes mentais de Satúrnia se ampliam e ela viaja ao passado, onde é capaz de orientar os Titãs, que lutam contra os exércitos do Irmão Sangue, impedindo que alguns deles sejam mortos e o vilão derrotado. Graças a isso, o grupo se mantém inteiro e nunca foi aprisionado por mil anos em uma pirâmide, onde seriam encontrados pelos legionários.

Com o futuro alterado, Universo nunca saiu da prisão em Titã, onde continua enclausurado, e os dois grupos de heróis nunca se encontraram. A única lembrança (vaga lembrança) está na mente de Argenta que, por um segundo, imagina ter visto um anel da Legião em seu dedo... assim como foi lhe dado por Cósmico em seu encontro com o herói no futuro... encontro que, agora, nunca aconteceu.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 509

 - Titans / Legion of Super-Heroes: Universe Ablaze 3 (Março de 2000)

História:

* "Universe Ablaze - part 3" - Escrita e desenhada por Dan Jurgens, artefinalizada por Phil Jimenez
> Publicado no Brasil na minissérie Titãs & Legião dos Super-Heróis: Universo Incandescente nº 3, pela editora Mythos


O passar dos séculos parece ter trazido certa maturidade para Komander, também conhecida como Estrela Negra, irmã da titã Estelar. A anteriormente vilã agora só mantém o mesmo instinto de guerreira que a heroína e até mesmo reuniu sua imensa tropa para ajudar a Terra a se livrar das conquistas de Universo.

Brainiac 5 constrói um dispositivo que elimina o controle mental do vilão quando colocado na têmpora do usuário e os legionários começam a trazer os titãs para a verdade. A única que se mantém distante é Sina, que se tornou uma espécie de assecla de Universo. Mas, mesmo assim, é atormentada pelos poderes mentais de Satúrnia que tenta mostrar a verdade através de sua mente, inclusive monstrando que talvez ela tenha sido responsável indireta pela morte de Asa Noturna no passado, pelas mãos do vilão Irmão Sangue.

Quando as tropas de Estrela Negra chegam a Terra, suas naves começam a atacar não só os domínios de Universo, mas toda a cidade de Metrópolis. É quando os heróis descobrem que foram enganados, pois ela era uma das aliadas do vilão. Com isso, abriram a guarda para que a cidade e o planeta fossem dominados.

Continua...

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 508

 
- Titans / Legion of Super-Heroes: Universe Ablaze 2 (Fevereiro de 2000)

História:

* "Universe Ablaze - part 1" - Escrita e desenhada por Dan Jurgens, artefinalizada por Phil Jimenez
> Publicado no Brasil na minissérie Titãs & Legião dos Super-Heróis: Universo Incandescente nº 2, em setembro de 2004, pela editora Mythos


Aparentemente dominados pelas mentiras de Universo, os Titãs obedecem as ordens do vilão e começam a destruir pontos importantes na Terra do futuro, acreditando que os legionários são uma espécie de poder tirano e dominante.

Satúrnia conta um pouco mais sobre o inimigo que enfrentam. Universo, na verdade é uma espécie de mutante de seu planeta. Se todos os habitantes de Titan já nascem com poderes mentais, o vilão nasceu com esses mesmos poderes muito mais intensos, porém, manifestando-se de forma descontrolada. Considerado uma ameaça, é enclausurado ainda bebê pelo mentor de Satúrnia, Arven. Com o tempo, Universo teve acesso a informações sobre o milênio passado e criou um plano para trazer um dos vilões daquela época para a sua: Irmão Sangue, o inimigo dos Titãs capaz de controlar multidões com seu carisma e sua doutrina de fanáticos. Satúrnia também revela que o vilão tem uma relação com ela que vai além de ser um habitante de seu planeta natal, já que ele é... seu primo.

Os Legionários e os Titãs se dividem em grupos e se enfrentam. No meio das batalhas, membros de ambos os grupos acabam isolados e descobrem, juntos, os planos de manipulação de Universo. Satúrnia e Estelar também descobrem alguém que só irá piorar ainda mais a situação: Estrela Negra, a irmã maléfica de Estelar que parece ter sobrevivido mil anos apenas para continuar sendo a ameaça que era no passado.

A+:

Universo, tradicional inimigo da Legião dos Super-Heróis, é reapresentado aqui com uma nova origem e nova relação. Anteriormente, sua ligação com o grupo se dava pelo fato de ser o pai de Rond Vidar, amigo de Brainiac 5. A versão passada também contava que ele era um Lanterna Verde renegado.

Nessa versão é retirada uma marcante característica do personagem, seu monóculo, que lhe dava o ar de vilão conquistador clássico. No entanto, a calvície e as orelhas pontudas permaneceram, fazendo lembrar o vilão Imperador Ming, inimigo igualmente clássico do herói Flash Gordon.

domingo, 9 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 507

 
- Titans / Legion of Super-Heroes: Universe Ablaze 1 (Janeiro de 2000)

História:

* "Universe Ablaze - part 1" - Escrita e desenhada por Dan Jurgens, artefinalizada por Phil Jimenez
> Publicado no Brasil na minissérie Titãs & Legião dos Super-Heróis: Universo Incandescente nº 1, em agosto de 2004, pela editora Mythos


Um pouco antes dos legionários sumirem na explosão do portal estelar, houve essa inusitada minissérie que reuniu os dois grupos de jovens heróis do presente e do futuro: Os Titãs e a Legião dos Super-Heróis. Em comum mesmo havia apenas o fato dos dois grupos serem formados por jovens. Os Titãs, um pouco mais adultos do que na época em que surgiram, era uma espécie de reunião dos parceiros mirins de heróis adultos, a exemplo de Robin, parceiro do Batman, que na idade adulta (e nessa época) assume o nome de Asa Noturna.

A estrutura a história segue a curiosa troca de vilões dos dois grupos, estratégia essa utilizada mais quando uma história em quadrinhos reúne dois heróis (ou grupos) de editoras diferentes. Aqui, no caso, vemos o vilão Irmão Sangue (inimigo dos Titãs) aportar no futuro, ironicamente na lua Titã, lar de Satúrnia, e se unir a outro vilão, Universo, inimigo tradicional dos Legionários.

A forma como os Titãs vão parar no futuro, ao contrário do que se possa imaginar, é a mais estranha imaginada. Derrotados em sua própria época pelo Irmão Sangue, inclusive com alguns importantes integrantes mortos, os Titãs são congelados em câmaras criogênicas para serem acordados alguns anos depois, servindo de cobaias para o vilão (que também está desacordado após a árdua batalha). Acontece que as câmaras foram esquecidas dentro de uma pirâmide e só reabertas mil anos no futuro, pelos legionários.

Desorientados no mundo do futuro (a "ponte" aqui é a velocista XS, que é descendente do titã Flash), os heróis tem suas lembranças da inglória batalha reacendidas pelos poderes mentais de Satúrnia. Traumatizados, são impedidos de retornar ao passado pois, se o alterarem, poderão destruir o fluxo temporal que leva ao futuro da Legião.

Mesmo assim, o grupo se rebela e derrota alguns guardas do mundo futurista. Mas a intenção é mais sombria do que se possa supor. Eles assim estão agindo pois parecem estar servindo ao vilão Universo.

Continua...

A+:

* A Instalação Cockrum, base que os Titãs invadem sob o comando de Universo, tem esse nome em homenagem ao desenhista Dave Cockrum (1943-2006) que definiu  o visual dos heróis da Legião para a década de 70. Inclusive houve um personagem criado por ele para os legionários que foi rejeitado pela editora. Quando Cockrum partiu para a editora concorrente, a Marvel, levou a idéia desse personagem para o grupo de mutantes dos X-Men. Nascia assim o teleportador Noturno.

sábado, 8 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 506

 - Legion Lost 12 (Abril de 2001)

História:

* "First & Last" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Os legionários perdidos enfrentam um onipotente e enlouquecido Alquimista, após este ter assassinado Monstra. Mesmo com todos os seus poderes, um a um os heróis percebem que não são páreos para a ameaça. Quem consegue ganhar certo tempo é apenas Satúrnia e, mesmo assim, ao custo de ser abatida e ficar desacordada.

Enquanto isso, Brainiac 5 se aproveita do pouco tempo ganho para chegar ao portal que poderá levá-los para casa. Alquimista, em sua loucura divina, havia criado essa fenda. Para deter o enlouquecido legionário enquanto fogem, Curto Circuito traz de volta o Ominiphagos, a criatura que se alimenta de energia. Alquimista, no entanto, põe-se diante da criatura, aumentando seu tamanho e poder a níveis inimagináveis.

Como a agora ameaça do Omniphagos misturado ao poder de Alquimista, Curto Circuito só vê uma forma de permitir que seus colegas consigam alcançar o portal. Para isso, sacrifica-se saltando para dentro da criatura e causando uma enorme explosão de energia. O portal some, juntamente com a nave dos legionários. E, naquele canto sombrio do universo, resta apenas um cinturão avariado da legião. O cinturão de Curto Circuito.

Quanto ao destino de nossos heróis, mesmo com o fim dessa minissérie, apenas o futuro, por mais irônico que isso possa soar, será capaz de responder.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 505

 - Legion Lost 11 (Março de 2001)

História:

* "One Billion Years Of Solitude" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Alquimista demonstra ser bem mais do que líder dos Progeny. E eleve "muito mais" ao máximo que se possa imaginar.

Através dele ficamos sabendo como salvou o pequeno grupo de legionários da explosão do portal estelar, envolvendo-os em uma substância que era imune ao mesmo. E, para sobreviver, tornou seu próprio corpo banhado com essa substância. Acontece que ele não só foi transportado para outro lugar no universo... mas ficou sozinho durante um bilhão de anos. Ou seja, não foi apenas uma viagem de um ponto a outro, mas também pelo tempo. Isso explica porque as estrelas não são as mesmas naquele setor do espaço (o que fez Brainiac acreditar que estavam em um setor desconhecido), mas são novas estrelas que surgiram durante o tempo.

Quando acordou, Alquimista usou seus poderes de transmutar elementos químicos em um novo planeta que surgiu, onde a vida ainda era unicelular. Dessa forma pôde alterar e evoluir uma raça inteira... os progeny. Não só isso. Utilizou esse dom em vários setores do universo... praticamente sendo o criador de outras raças.

Mas os anos de solidão e a utilização de seu poder como um deus tiraram totalmente a humanidade do ex-legionário. Ele ainda tem limitações como, por exemplo, não se lembrar mais dos nomes de seus colega (os reconhece, mas não se lembra o nome).

Os legionários temem que Alquimista tenha enlouquecido com tanto poder e tentam dialogar. Monstra, que tem lembranças agradáveis dele, seu grande amigo, se entristece quando vê que o carinho entre ambos não mais existe. Tenta fazê-lo se recordar do passado, mas ele acha isso dispensável... assim como ela... e a mata na frente de todos. Caberá aos demais legionários deter um deus louco...

Continua...

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 504

 - Legion Lost 10 (Fevereiro de 2001)

História:

* "Rosette" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Parece que os alienígenas do Progeny eram bem mais do que criaturas parecidas com tatuzinhos... A gigantesca armada que vem destruindo planetas pertence a eles!

Os legionários conseguem avariar algumas das naves, mas a quantidade gigantesca acaba mostrando que será impossível continuar no mesmo ritmo. Mesmo derrotando um a um dos progeny, levariam centenas de anos na batalha. Quando Shikari é ferida, Pulsar prefere se entregar aos alienígenas... o que é seguido pelos outros legionários.

Dentro da nave, ficam sabendo que estão sendo levados para Rosette, uma espécie de cinturão de planetas conquistados pelos Progeny. Lá, eles serão levados a presença do Progenitor, o líder dessa raça alienígena.

Quando chegam ao local, mais parecido com um sistema solar interligado, ficam surpresos com a identidade do Progenitor. É ninguém menos que... Alquimista, o legionário responsável por salvá-los da explosão do portal estelar!

Continua...

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 503

 
- Legion Lost 9 (Janeiro de 2001)

História:

* "Lost & Alone" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Pascal Alixe, artefinalizada por Andy Lanning

Clima pesado dentro da nave da Legião. Apesar de Satúrnia ter destruído as esperanças dos heróis de voltarem para casa, criando legionários ilusórios, isso aconteceu enquanto estava desacordada e é o fruto da própria tensão que ronda o grupo perdido. No entanto, imperdoável é o fato dela ter criado, mesmo conciente, a imagem de Aparição, esposa de Ultra Rapaz, que todos, até então, acreditavam estar com eles.

Ninguém, nem mesmo Curto Circuito, parece estar muito a vontade dentro de uma nave com alguém com os poderes mentais dela. Satúrnia sente a tensão em cada um de seus colegas e, além de perdida em uma parte desconhecida do universo, agora a heroína se sente completamente sozinha.

Tentando conversar com um enfurecido (e intristecido) Ultra Rapaz, a legionária parece conseguir mais que o perdão do herói. Talvez pela tensão do momento, os dois se sentem aproximar o bastante para que surja um caloroso beijo.

Mesmo assim, a Legião tem um grande problema logo a sua frente. Uma tropa formada por milhares de naves que vem destruindo planetas inteiros. Todas as tentativas de comunicação falham, uma vez que não respondem a nenhuma linguagem conhecida.

Continua...

terça-feira, 4 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 502

 - Legion Lost 8 (Dezembro de 2000)

História:

* "Lost & Found" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Agora que os Legionários perdidos foram encontrados, todo o grupo parte para o planeta do superpoderoso Lorcus, onde estão Monstra, Penumbra e Ultra Rapaz, para resgatar seus colegas. Uma vez lá, Brainiac 5 descobre que a cidade a sua volta desaparece e volta a aparecer toda vez que Ultra Rapaz usa sua superforça. Uma vez descoberto esse padrão, consegue chegar a fonte da anomalia: um equipamento psiônico que faz com que o ambiente em volta reaja com seus habitantes. Ou seja, nada a sua volta, exceto o próprio Lorcus (cujo o povo extinto parece ter criado tal máquina), é real.

A máquina ilusória também foi responsável por deixar Satúrnia em coma e Penumbra enlouquecida. Porém, mesmo destruindo-a as duas legionárias parecem continuar desacordadas. Graças a Brainiac 5, Penumbra desperta, parecendo estar menos violenta e um tanto assustada. Já Satúrnia, com a resistência instintiva de seus poderes mentais, parece demorar um pouco para acordar. Porém, quando isso acontece... todos os legionários que tinham encontrado seus colegas perdidos... começam a desaparecer. Nada mais eram do que ilusões criadas pela mente de Satúrnia.

Como se a tragédia de voltar a estar perdidos não fosse o bastante, Aparição também desaparece juntamente com os legionários ilusórios criados por Satúrnia. Isso significa que a esposa de Ultra Rapaz, que também se mostrou ser uma ilusão, nunca foi reencontrada... como conclui o desesperado herói. Satúrnia acorda desorientada, não entendendo o que aconteceu com seus entristecidos colegas.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 501

 - Legion Lost 7 (Novembro de 2000)

História:

* "Singularity" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

O monstro sombrio que invadiu a nave da Legião mostra-se ser uma materialização da mente de Satúrnia (que se encontra ferida e desacordada) misturada aos poderes sombrios de Penumbra. Isso aconteceu quando a legionária usou seus poderes mentais para tentar acalmar a amiga. Brainiac 5, que chegou a essa conclusão, cria um equipamento que consegue capturar essa manifestação.

Enquanto isso, uma descontrolada Penumbra encontra o prazer da batalha contra um habitante do planeta abaixo da nave. Ultra Rapaz e Monstra tentam resgatá-la mas ela mesmo se mostra hostil contra os próprios colegas, derrotando ambos. Ultra Rapaz ainda desceu ao planeta para procurar sua esposa, Aparição, mas esta (como ele fica sabendo em seguida) está na nave ajudando a capturar a criatura mental.

Quando os legionários da nave estão prontos para resgatar seus colegas, uma outra nave com leitura familiar se aproxima deles. Para surpresa de todos, tratam-se dos legionários que deixaram próximos a Terra que, finalmente, os encontraram e estão prontos para resgatá-los.

Continua...

domingo, 2 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 500

 - Legion Lost 6 (Outubro de 2000)

História:

* "Burnout" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Pascal Alixe, artefinalizada por Andy Lanning

Desde que ficou exilada com o grupo de legionários do outro lado do universo, Penumbra se mostrou a mais traumatizada de todos. Justamente por se sentir assim, demonstra ser mais impulsiva e antisocial. Esse acumulo de insegurança explode nessa edição em um misto de medo, raiva e solidão... beirando até mesmo a loucura.

Quando Satúrnia tenta explorar a mente da amiga, é expulsa tão violentamente por Penumbra que causa uma rajada mental em todo o perímetro da nave. Quando Kid Quantum e Pulsar vão investigar, são atacados por algo que parece ser uma outra criatura. Portanto, o estado frágil de Penumbra não é o único problema... há um estranho na nave.

Camaleão e Shikari encontram a criatura, que se mostra hostil.

Enquanto isso, Ultra Rapaz e Monstra encontram uma cidade bem diferente das cidadelas selvagens dos Progeny. Encontram uma civilização que aparenta dominar avançada tecnologia.

sábado, 1 de outubro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 499

 
 - Legion Lost 5 (Setembro de 2000)

História:

* "Omniphagos" - Escrita por Dan Abnett e Andy Lanning, desenhada por Olivier Coipel, artefinalizada por Andy Lanning

Uma estranha estrutura aparece diante da nave dos legionários... uma pirâmide, em pleno espaço! Explorando a estrutura, chegam a conclusão de que não é exatamente uma nave, uma vez que é feita de pedra. O mais próximo da explicação (por mais absurda que pareça) é que se trata realmente de uma pirâmide, feita de pedra.

Dentro da estrutura encontram um assustado caçador Progeny que os alerta para a chegada do Omniphagos. Brainiac 5 traduz o nome literalmente e chega a conclusão de que é algo que "a tudo devora". Encontram ainda uma enorme fonte de energia... que descobrem estar sendo protegida pela criatura citada: um enorme monstro de pedra que dispara energia consumindo tudo que atinge.

O Omniphagos mais parece uma sistema de segurança abandonado no local. Nem mesmo Pulsar é capaz de detê-lo. Com seus ataques baseados na luz de energia que transmite, quem consegue confundi-lo é Penumbra, que o cobre com seu poder de escuridão.

Os legionários conseguem sair da estrutura e o Omniphagos cai na fonte de energia. Não havia nada lá que pudesse ajudá-los a voltar para casa, afinal.