domingo, 27 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 303


- Legion of Super-Heroes 49 (Novembro de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Darryl Banks e Stuart Immonen, finalizada por Pam Eklund

Talvez inspirado pela leveza das aventuras do legionários (os clones jovens dos heróis da Legião), a aventura apresentada nessa edição tem um clima mais leve do que vem se acompanhando ultimamente. Na verdade, a história sai um pouco dos trilhos do que pode se chamar de normal. Acaba sendo uma grande brincadeira e uma forma de se trazer o humor escrachado de uma pseudo-Legião dos Heróis Substitutos, novamente liderados pelo mais disfuncional de todos os Legionários: Digestor.

Retoma-se a história, não menos insana, do vilão príncipe Evillo que, na sua última aparição, também teve o desprazer de encontrar Digestor, que lhe deu muita dor de cabeça. Para se ter idéia, o herói libertou do Inferno as ex-esposas do vilão que vieram assombrá-lo. Outra ponta solta foi a permanência do legionário Polar no planeta Tartarus, regido por Evillo, e que aqui é resgatado.

Chegando ao Tartarus, Digestor descobre que Evillo roubou a jóia hipnotizadora de outro vilão, Universo, e com ela está manipulando a Rainha de Saturno, afim de ampliar os poderes da garota e da própria jóia. Evillo, no entanto, tem um enorme desafeto por Digestor e pretende derrotá-lo e torturá-lo no processo.

Liberto pelas duas filhas rebeldes do vilão, Digestor encontra-se com seu amigo e ex-legionário, Polar, que lhe apresenta uma série de novos integrantes de uma espécie de grupo chamado Heróis do Tartarus (lembrando os Heróis de Lallor, outro grupo de personagens com poderes esquisitos). Entre os integrantes desse grupo podemos destacar um tatu humanóide cujo poder é ser craque em uma espécie de jogo parecido com o tabuleiro de Banco Imobiliário e um alienígena que emite eco toda vez que fala ou falam com ele. Esse último tem lá sua utilidade, uma vez que o eco que emite também é capaz de gerar um campo de força.

Na batalha (absurda) do grupo contra Evillo, descobrem uma estátua enorme de outra personagem recusada nas seleções da Legião, Ethel Lyn, com seu tamanho gigantesco e quatro olhos. O grupo consegue combinar seus poderes para derrubar o robô Ethel, derrotando o vilão e ganhando respeito da população... por mais ridículos que sejam os meios para salvá-la.
 

sábado, 26 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 302


- Legionnaires 7 (Outubro de 1993)
.
Histórias:
.
* "Devils In The Deep" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Adam Hughes, finalizada por Mark Farmer

Atlantis era uma civilização que existia no fundo dos oceanos, isolada dos demais. Com a destruição da Terra, uma redoma especial salvou sua população, sendo adaptada para comportar seu moradores, formado por seres aquáticos. Os jovens legionários (lembrando, Legionnaires é sobre os clones jovens dos integrantes da Legião) visitam Atlantis que agora é mais integrada com o restante da Nova Terra, inclusive necessitando do turismo para sobreviver economicamente a essa nova realidade.

Os jovens heróis do futuro, em sua própria revista com uma abordagem mais leve, na verdade estão mais a passeio do que em uma missão. Nem por isso deixam de resolver problemas locais. Um deles diz respeito a uma aparente espécie de praga em Atlantis: um grupo de peixes-demônio, raça anfíbia e meio humanóide que é vista como animais selvagens pelos atlanteanos, que nem se importam com inocentes em volta quando se trata de alvejar um desses peixes.

A paranóia por trás da perseguição dessa raça mostra que algo está errado e o jovem Brainiac 5 consegue esclarecer isso simplesmente desvendando a linguagem dos peixes-demônio. Sim, eles tem uma linguagem e são uma raça inteligente, ao contrário dos animais selvagens que os atlanteanos acreditavam que fossem. Quando a redoma de Atlantis subiu ao complexo Nova Terra, parte da população de peixes-demônio foi levada. Como eram discriminados e marginalizados, não sabiam exatamente o que estava acontecendo e concluíram que era um ataque dos atlanteanos que, por sua vez, achavam que estavam sendo atacados por eles. Ou seja, nada mais era do que um mal entendido alimentado pelo preconceito entre raças.

Primeira coloboração do desenhista Adam Hughes para a revista, com seu traço que se destaca pelas expressões faciais cômicas e pelas belas mulheres.
 

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 301


- Legion of Super-Heroes 48 (Outubro de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

Devlin O'Ryan, voltando do harém de Mordru, encontra o vilão triunfante sobre as rochas que encobrem os legionários. O jovem repórter irrita o bruxo (que não o vê como uma ameaça) e o faz disparar uma furiosa rajada... que reflete em Devlin e se volta contra Mordru, deixando-o inconsciente.

Devlin, esperto, liberta das rochas primeiro a khúndia Veilmist, que tem poder de teletransporte, para que a moça possa teletransportar os outros para fora das rochas. Com todos libertos e recuperados, conseguem separar a Mysa do corpo inconsciente de Mordru. O poder de Ametista, agora fora do corpo de Kono, é crucial para esse feito. Por todo o universo, os mortos finalmente começam a cair.

Mordru desperta furioso e ataca somente Mysa, isolando-se para que os outros legionários não o enfrentem. No entanto, Projectra avisa seus colegas que essa batalha é apenas deles. De fato, mesmo diante do poder do bruxo, Mysa o derrota com um fator muito simples: amor. Ela o convence que mesmo que haja um ódio imensurável entre os dois, ainda assim há uma ligação de amor em sua história. Mordru entra em colapso e é derrotado. Após a batalha, Mysa desaparece e prefere se isolar para refletir sobre tudo o que aconteceu.

Devlin conta a Veilmist que seu marido foi morto em batalha. E depois revela que, indiretamente, foi responsável pela sua morte. A khúndia fica feliz e declara que Devlin, de acordo com as leis de seu planeta, agora é seu novo esposo. A situação cômica continua até que ela sussurra para o Ultra Rapaz (seu interesse romântico) que Devlin agora é seu novo esposo... e que basta matá-lo para que ela se entregue a ele.

Mas o lado engraçado das leis dos khúndios terminam quando, surpreeendentemente, os generais alienígenas desta raça levam os dois sobreviventes khúndios desta missão... como prisioneiros! Os legionários tentam impedir, mas não conseguem sem causar um incidente interplanetário. É até mesmo citado o fato de Veilmist ser esposa de Devlin, mas há uma brecha (arrogante, aliás) na lei daquela raça que dita que ela não pode se entregar a um "inferior".

Os legionários ainda encontram Transmutador se recuperando em um hospital, vivo afinal... mas em companhia do vilão (ou ex-vilão) Roxxas, que se mostra feliz e preocupado com a recuperação do herói.

Final de uma saga interessante e que em muito lembrou a futura saga A Noite Mais Densa (envolvendo os personagens ligados ao Lanterna Verde) no que se refere a personagens mortos do passado que se levantam. Os desenhos de Stuart Immonen empolgam e se destacam nas expressões corporais do personagem, dando movimento perfeito nas cenas de ação.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 300


- Legion of Super-Heroes 47 (Setembro de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

Mesmo após destruir a fonte que ressucita os mortos, a Legião vê os corpos novamente se levantarem. É o poder do bruxo Mordru (responsável pelos acontecimentos) mostrando-se sem limites. Portanto, a única chance de salvar o universo será destruír o vilão. Para isso o grupo é teleportado ao planeta onde ele se encontra.

Ao chegarem no castelo de Mordru, são atacados agora pelos zumbis dos inimigos mortos da Legião. Não contente com o resultado da batalha, que parece favorável aos heróis, Mordru lança um encantamento que dá vida às figuras dos mosaicos de seu castelo, o que dá uma pequena vantagem ao bruxo.

O ataque de Mordru é interrompido pela chegada do restante do grupo, que até então estava na base da Legião. Com eles, chega também Ametista, que agora ocupa o corpo de Kono, o que faz Mordru atacar diretamente. É a oportunidade perfeita para Projectra e Brainiac 5 unirem seus conhecimentos (respectivamente, magia e tecnologia) e acionar um encantamento/dispositivo que consegue tirar a essência de Mysa Nal (a ex-Feiticeira Branca e fonte de onde MOrdru aumentou seu poder) de dentro do corpo do bruxo.

Mordru, no entanto, consegue manipular o orgulho de Mysa com suas palavras que despertam um ódio instintivo na legionária, distraindo sua essência tempo suficiente para ser absorvida novamente. Como resultado, o poder do vilão parece estar maior ainda e ele enterra todo o grupo sob as rochas de seu castelo.

Enquanto isso, durante a invasão ao castelo de Mordru, o repórter Devlin O'Ryan (que uniu-se aos legionários devido ao seu poder de refletir disparos contra ele) e o khúndio Firefist acabam no harém do vilão. O khúndio, meio homem meio máquina, começa a se descontrolar e disparar contra as consortes de Mordru e Devlin tenta impedi-lo. A tentativa do humilde repórter é vista como desafio e Firefist dispara contra ele... que reflete os disparos e vê seu "colega" ser morto pela própria arma.
 

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 299


- Legion of Super-Heroes 46 (Agosto de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

A Legião dos Super-Heróis volta ao planeta infestado de zumbis onde agora enfrenta seus ex-companheiros já falecidos. Blood Claw, um dos novos integrantes exigidos pelos Khúndios e que tem garras indestrutíveis, é morto pelo cadáver do Rapaz Magnético, que faz as próprias garras do alienígenas se virarem contra ele, estripando-o. Uma morte vergonhosamente simbólica, uma vez que os khúndios, raça naturalmente agressiva, vê que uma morte gloriosa existe apenas quando pelas mãos de um inimigo. Portanto, suicídio não é visto como algo tão heróico.

Graças as pistas fornecidas por Projectra, os heróis localizam a fonte mística que fornece "vida" aos mortos. Ela é representada por uma grande chama no alto de uma das montanhas do planeta e é alimentada pelas cópias da Feiticeira Branca que são manipuladas por Mordru. Chegando ao local, conseguem apagar a chama e os mortos começam a tombar.

Na base do grupo, Sonhadora prevê um destino não muito favorável para os legionários, mas isto também revela que realmente é Mordru o grande manipulador por trás dos últimos acontecimentos.

No planeta Trom, Transmutador consegue escapar do casulo de inertron (metal indestrutível) criado pelo habitantes de seu planeta. Esses habitantes haviam sido mortos pelo pirata Roxxas (aliás, TODOS os habitantes de Trom) e foram ressucitados graças a magia de Mordru. O problema é que esses zumbis, agora leais ao bruxo, tem o mesmo poder do Transmutador de alterar a matéria, o que os torna um exército poderoso a favor do vilão.

Roxxas, em um momento de choque, pede a Transmutador que o mate pois se reconciliou vendo todas as pessoas que matou ressucitarem e entender que ele merece a morte. O herói, no entanto, prefere levá-lo para a batalha contra os habitantes que estão destruindo uma cidadela em outro setor. A solução para derrotá-los é transformar todos em cristal, mas isso, devido ao imenso esforço, pode ter custado a vida do legionário.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 298


- Legion of Super-Heroes 45 (Junho de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

Acompanhados pelos não tão simpáticos novos integrantes khúndios, os heróis da Legião aterrisam em um planeta repleto de mortos vivos ressucitados por Mordru. O interessante desse episódio é que vários dos cadáveres ambulantes que atacam sem piedade são os corpos de heróis do passado, cabendo ao leitor reconhecê-los pelo uniforme. Temos um Robin zumbi, por exemplo, cercado de outras dezenas de heróis conhecidos.

No meio da batalha, a cultura dos khúndios mostra ser o maior impecilho para o bom andamento do trabalho em grupo. Ultra Rapaz é quem mais sofre com isso, quando uma das integrantes começa a dar em cima dele. Acontece que a moça é casada com o mais violento dos khúndios, que não perde a oportunidade de socar o herói. Ela, por sua vez, de acordo com os costumes de seu planeta, convida o Ultra Rapaz a duelar até a morte com seu atual marido.

Projectra e Brainiac 5 tentam resolver a crise, ela utilizando sua pseudo-magia e ele utilizando a lógica e a ciência (com resultados surpreendentes).

Enquanto isso, no planeta Trom, o vilão Roxxas fica maravilhado quando os habitantes mortos daquele planeta começam a se levantar. Isso porque foi ele quem dizimou aquela população, apenas deixando vivo o legionário Transmutador, que acompanha a insana viagem do vilão. No entanto, os mortos de Trom, com os mesmos poderes de mudar os elementos que Transmutador, o atacam, colocando-o em um casulo de inertron (metal indestrutível do futuro).

O exército de mortos é numeroso e a Legião bate em retirada momentâneamente. No entanto, os habitantes de Trom os atacam e explodem sua nave. São salvos pelos poderes transmutadores da khúndia (aquela mesma, do marido ciumento) e vão parar novamente no planeta cheio de mortos vivos. Só que, agora, ficam estarrecidos com os mortos que acabam de chegar. Ninguém menos que seus falecidos colegas do passado.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 297


- Legion of Super-Heroes 44 (Junho de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

Mordru revida o ataque de Mysa rouba sua essência. Mas, no último instante, um misterioso amigo tenta ajudar a ex-legionária e levá-la para a segurança da sede da Legião.

Não conformado por quase ser derrotado, Mordru lança um poderoso e bizarro feitiço que repercute em vários planetas. O primeiro sinal desse feitiço é sentido em Shamballa, o planeta-cemitério onde estão enterrados heróis do passado. É de lá que... os mortos começam a levantar de suas tumbas e partir rumo ao exército de zumbis de Mordru! Por coincidência, a Princesa Projectra está no local, visitando a tumba de seu marido que, por acaso, também se levanta e parte. A legionária procura seus amigos para alertá-los dessa nova ameaça.

Em vários planetas, os mortos começam a se levantar. Isso chama a atenção inclusive dos alienígenas Khúndios, ferrenhos inimigos dos legionários, que dão uma trégua e pedem ajuda aos heróis. É claro que não deixam o orgulho de lado e tratam de impor suas exigências. Colocam quatro novos integrantes no grupo como seus representantes. Vale tudo para deter o exército de mortos-vivos de Mordru.

Mesmo com a essência de Mysa sendo absorvida por Mordru, Ajax consegue levar a alma de Ametista e fundi-la com outra legionária... a pirata Kono.

Clima interessante e bizarro em uma história de ficção científica, que se torna digna de uma produção de filme de terror.
 

domingo, 20 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 296


- Legion of Super-Heroes 43 (Maio de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

Mysa, anteriormente conhecida como Feiticeira Branca, parte em busca de um poder desconhecido, uma vez que suas capacidades sobrenaturais sofreram um abalo desde as Guerras Místicas. Seguindo uma espécie de chamado, ela chega a um planetóide cujo protetor é Ajax, o marciano. Trata-se do mesmo herói que pertenceu a Liga da Justiça no passado. Sua fisiologia e natureza permitiram que ele vivesse séculos depois e tornando-se uma espécie de força da natureza, praticamente como se fosse parte integrante do planetóide onde habita.

A busca de Mysa, mesmo sob os protestos de Ajax, a leva a uma caverna onde encontra a essência da poderosa mística conhecida como Ametista, ex-princesa do Mundo de Cristal. Unindo-se a essa essência, a legionária ganha poder suficiente para cumprir sua vingança contra aquele que já foi seu arquiinimigo, assim como da Legião, o bruxo Mordru. Mas essa nova e vingativa Feiticeira pode ser um problema muito maior do que o próprio vilão.
 

sábado, 19 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 295


- Legion of Super-Heroes 42 (Abril de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum e Tom McCraw, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd e John Dell

O casal Bierbaum continua explorando a mitologia da Legião dos Super-Heróis, explorando fatos do passado do grupo. Aqui vemos o drama da Garota Tríplice, que podia dividir-se em três corpos iguais. No passado, um desses corpos foi morto pelo robô Computo e ela passou a se chamar Dama Dupla, dividindo-se em dois corpos iguais, até que um deles foi morto pelo Senhor do Tempo e ela praticamente ficou sem nenhum poder em especial. Até agora...

Uma espécie de vilão com armadura está sequestrando vários legionários a mando de um inimigo oculto. Esse inimigo se mostra ser ninguém menos do que a poderosa Glorith. A feiticeira surpreende a todos quando revela seu assecla dentro da armadura... ninguém menos que um dos corpos de Dama Dupla (ou o OUTRO corpo da Dama Dupla)!

O grupo consegue escapar do cativeiro graças a estratégia de Camaleão, que tomou a forma e troca de lugar com Brainiac 5, surpreendendo a vilã o suficiente para que eles tomem o controle de seu castelo. No meio da batalha, os dois corpos de Dama Dupla se enfrentam e esta convence (a si mesma... estranho, não?) de que Glorith é a inimiga.

Vencida a batalha, Luornu volta a controlar seus dois corpos, sendo reintegrada na Legião dos Super-Heróis.
 

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 294

 - Legionnaires 6 (Setembro de 1993)
.
Histórias:
.
* "An Eye For An Eye" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Chris Sprouse, finalizada por Karl Story

Os Legionários enfrentam e derrotam a nova formação do Quinteto Fatal. Combinando os poderes com os integrantes que até então estavam fora de batalha, os heróis vencem facilmente e defendem os integrantes dos Planetas Unidos que estavam sendo ameaçados.

Enquanto isso, a verdadeira Imperatriz Esmeralda ataca Leland McCauley em uma batalha entre dois Olhos de Ekron. Mesmo com a interrupção de alguns legionários, a Imperatriz consegue subjugar o bilionário e ficar com os dois Olhos sob seu controle. Como preço, Leland perde um de seus olhos (seu olho de verdade!) e sua aparência começa a tomar uma forma envelhecida.

No final, a Imperatriz Esmeralda liberta seus colegas recém detidos e se torna a nova líder do novo Quinteto Fatal.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 293


- Legionnaires 5 (Agosto de 1993)
.
Histórias:
.
* "New Life, New Death" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Chris Sprouse, finalizada por Karl Story

O novo Quinteto Fatal finalmente ataca e os Legionários enfrentam o grupo de vilões pela primeira vez. Aparentemente os integrantes que dão mais trabalho são o monstro Mordecai e o renovado Tharok. Por outro lado, a nova Imperatriz Esmeralda se mostra inexperiente e covarde, não sendo capaz de lidar com a violência que seus companheiros proporcionam.

Leland McCauley mostra ter fixação por limpeza a ponto de se isolar contra germes do mundo externo. É quando sua Imperatriz, horrorizada com o ataque do Quinteto, se refugia a seu lado apenas para ser morta... pela violentíssima e verdadeira Imperatriz Esmeralda.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 292


- Legionnaires 4 (Julho de 1993)
.
Histórias:
.
* "If Looks Could Kill" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Chris Sprouse, finalizada por Karl Story

O bilionário Leland McCauley, rival de R.J. Brande, o financiador da Legião, revela ser a mente por trás da reunião do novo Quinteto Fatal. Deixa Mano e Persuasor estarrecidos quando mostra seu antigo líder, Tharok, em seu poder. Também revela que o monstro Mordecai será integrante do novo Quinteto.

Mas mais estarrecido fica o leitor ao ver que Leland acaba de reunir todo o grupo de vilões ao apresentar a nova Imperatriz Esmeralda. Estarrecido porque a Imperatriz que ele apresenta, inclusive portando o Olho de Ekron, não é a mesma que está enfrentando legionários em um bar. A que eles enfrentam é a garota que foi humilhada na seleção de legionários e foi transformada... por outro Olho de Ekron!!!
 

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 291


- Legionnaires 3 (Junho de 1993)
.
Histórias:
.
* "The Beast Below" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Chris Sprouse, finalizada por Karl Story
Aos poucos, o novo Quinteto Fatal vai tomando forma. Para os mais atentos, fica a dúvida: quem ficará no lugar de Validus? De fato, o monstro, que na verdade era filho de Relâmpago e Satúrnia (os adultos) transformado pelo vilão Darkseid, não mais é a criatura de cérebro exposto de antes. Para o seu lugar surge um outro monstro: Mordecai.

Mordecai é fruto de experimentos dos dominions que foi jogado nos esgotos de Metropolis. Por algum motivo, a criatura foi levada quando o domo da cidade se conectou a Nova Terra, antes do planeta original explodir. Agora continua vivendo e aterrorizando nos subterrâneos da cidade.

Os primeiros Legionários a terem contato com Mordecai são Leviatã e Gossamir. A criatura captura Gossamir e se apaixona pela garota, tal qual um King Kong que se apega a sua protetora.

Quando os outro Legionários partem para o resgate de sua colega, após uma acirrada batalha (e a criatura dá mais trabalho do que um experiente vilão), Gossamir surge para defender o monstro, uma vez que não o julgava mal, apenas confuso. A criatura, no entanto, talvez assustada, ainda se mostra ameaçadora, mas desaparece diante dos Legionários sem deixar vestígios. Alguém está manipulando a volta do Quinteto...

Outro vilão, pertencente a formação original do grupo, que é convocado é o Persuasor. Seu machado atômico (capaz de cortar qualquer material) invade misteriosamente a prisão onde se encontra e cai em suas mãos, proporcionando uma fuga fácil do local.

E por falar em novos Fatais... lembram da garota que foi humilhada por Inferno na seleção de novos legionários? Ela é encontrada pelo poderoso Olho de Ekron, que a torna a nova (e sedenta de vingança) Imperatriz Esmeralda.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 290


- Legionnaires 2 (Maio de 1993)
.
Histórias:
.
* "In Death's Grip" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Chris Sprouse, finalizada por Karl Story

Aqui começa uma série de histórias que reformulará o grupo de vilões conhecidos como Cinco Fatais.

Dando continuidade a missão iniciada no primeiro número da revista dos Legionários, o grupo combate o vilão Mano e sua gangue no submundo. Apesar de jovens, mostram-se perfeitos e experientes no que diz respeito a estratégia de ataque, utilizando e combinando seus poderes com bom senso. O vilão, capaz de derreter qualquer coisa com suas mãos, é neutralizado graças aos poderes de Gossamir (clone de Pluma), que é capaz de fazer ficar leve e flutuar o inimigo.

E outro detalhe do passado é reintroduzido nas histórias dos heróis do futuro: a famosa seleção de novos integrantes. E com direito a poderes bizarros e candidatos engraçados como antes. O diferencial está na crueldade com que os próprios candidatos perdedores são tratados por alguns legionários, em especial Inferno (clone do falecido Solar), que continua o mulherengo de antes e está mais interessado nas belas e formosas candidatas... com o agravante de humilhar aquelas que não tem uma silhueta que lhe atrai. Uma dessas candidatas, capaz de fazer coisas levitarem, mesmo não tendo tanto controle sobre seus poderes, é humilhada na frente de todos por ser um pouco cheinha. Nem mesmo Curto Circuito é polido ao tratar daqueles que foram rejeitados.

Na prisão de Takron Galtos II, o machado do Persuasor simplesmente escapa das mãos das autoridades e flutua pelo espaço. Enquanto isso, nos esgotos da Metropolis da Nova Terra, uma estranha criatura aterroriza a população.
 

domingo, 13 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 289


- Legionnaires 1 (Abril de 1993)
.
Histórias:
.
* "Baptism By Fire" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Chris Sprouse, finalizada por Karl Story

Os clones dos membros originais da Legião dos Super-Heróis estreiam sua própria série com o nome de Legionários. Os personagens trazem algumas diferenças em seus nomes originais para discriminá-los de suas contrapartes adultas. O clone de Relâmpago, por exemplo, aqui chama-se Curto Circuito. Dama Tríplice (também conhecida como Dama Dupla) aqui se chama Tríade. Além disso temos algumas novidades, como a irmã do Rapaz Invisível (atual presidente da Nova Terra), que traz a alma robótica de Computo em seu corpo e é a especialista em tecnologia do grupo; um herói que faz a linha oriental e é capaz de projetar construtos de dragões, chamado Dragonmage e uma personagem na linha felina e selvagem chamada Catspawn.

Os personagens são clones adolescentes dos legionários e portam-se de forma mais solta e desencanada do que suas contrapartes adultas. A série mensal também é uma forma de apresentar (ou mesmo resgatar dos velhos tempos) um clima mais leve e aventuresco em lugar da seriedade sombria da Legião "adulta". De fato, até mesmo a estrutura simplista de uma tradicional aventura de super-heróis é apresentada aqui.

Há até mesmo espaço para subtrama de relacionamentos do grupo. Curto Circuito e Satúrnia não são casados como suas contrapartes. Isso leva o herói de poderes elétricos a sentir um ciúme mortal de Cósmico, que elogiado pela moça a ponto de indicá-lo a líder do grupo.

Como primeira missão, o grupo é designado para investigar uma nova gangue que cresce no submundo da Nova Terra, conhecida como A Mão. Guiados por uma das integrantes dessa gangue, descobrem que o líder é o vilão Mano, ex-integrante do Quinteto Fatal, e capaz de dissolver qualquer coisa com suas mãos desintegradoras.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 288

- Legion of Super-Heroes 41 (Março de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, desenhada por Stuart Immonen e Chris Sprouse, finalizada por Ron Boyd e Karl Story

Os clones juvenis da Legião dos Super-Heróis vem ganhando respeito devido a seus atos heróicos e, o que é mais importantte, vem ganhando notoriedade também com o público.

Tudo bem, eles ficam! Mas o que fazer com um grupo que já é confuso devido a seu número de membros? A resposta está no fim dessa edição, onde é apresentado o novo grupo do futuro: os Legionários, que também contam agora com uma revista mensal própria.

Portanto, agora temos duas equipes: a Legião dos Super-Heróis, os adultos originais que vem sobrevivendo aos novos e sombrios dias, e os Legionários, formado pelos jovens clones dos integrantes de Legião dos Super-Heróis.

Mas os Legionários não conseguiram esse reconhecimento sozinhos. A idéia, na verdade, partiu de seu novo mentor: o herói Camaleão, dos adultos (ironicamente, um dos heróis que não tem sua contraparte clone, pois essa morreu na antiga Terra). É dele também a idéia de uniformes remodelados e novos codinomes para diferenciá-los de seus iguais adultos. Para combinar com o toque nostálgico (afinal esse novo grupo nada mais é do que a Legião original), a sede do grupo é o primeiro prédio em forma de foguete onde a Legião se reunia.

Os Legionários tornam-se, portanto, protetores da nova Terra. E o universo de heróis do futuro da Dc ganha mais uma revista mensal para dar conta dessa imensa quantidade de personagens.
 

 

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 287


- Legion of Super-Heroes 40 (Fevereiro de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbarum, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

O mais interessante acontecimento dessa edição é o encontro entre a Legião dos Super-Heróis originais e seus clones mais jovens. Imagine você tendo a chance de conversar com você mesmo mais jovem! No caso da Legião, a situação se torna mais pitoresca levando-se em conta que o destino de muitos deles são bem diferentes na fase a adulta e parecem não seguir o mesmo caminho em suas versões mais jovens. Afinal, apesar de serem clones dos heróis, ainda assim tem sua individualidade. Sim, é complicado assim. Mas não deixa de ser interessante.

Vemos, por exemplo, uma Moça Relâmpago encantada com a beleza que irá ter, pois está conversando com sua versão adulta. Ao mesmo tempo que a versão adulta se encanta com o fato de ser tão linda quando mais jovem. Detalhe: na altura dessa fase, a heroína mostrou assumir seu homossexualismo, o que só torna o encontro com si mesma mais interessante (por incrível que pareça, não tão narcisista).

Mas nem tudo são flores. Um dos adultos que evita se encontrar com os mais jovens é o Ultra-Rapaz e ele tem lá seus motivos. Mesmo assim, acaba se encontrando com sua contraparte e com aquela a quem ele realmente evitava... A namorada de seu "eu" mais jovem, a Etérea.

O problema do Ultra-Rapaz adulto é que ele viu sua amada (original) morrer no passado. Ver sua clone juntamente com o clone de si mesmo é algo que traz lembranças dolorosas, o que torna esse incomum encontro de equipes mais dramático do que se imagina.

Como pano de fundo, a Legião dos Super-Heróis jovem detem uma rebelião de adoradores dos domínions. Entre esses, que são considerados traidores pela população da Nova Terra (óbvio, pois adoram justamente os alienígenas responsáveis pela destruição do planeta) está o segundo Marcial, que já foi da Academia da Legião.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 286


- Legion of Super-Heroes 39 (Janeiro de 1993)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbarum, desenhada por Keith Giffen e Stuart Immonen, finalizada por John Dell e Keith Giffen

Ver morrer dois bilhões de pessoas é algo, convenhamos, traumatizante. Para super-heróis, seres em quem todos confiam suas vidas, isso pode ter repercussões ainda mais fortes.

Essa edição mostra a vida na Nova Terra após a destruição do planeta e as (péssímas) lembranças que os heróis tem do dia da evacuação. Por mais poderosos que fossem, os legionários viram muitos morrerem enquanto estavam salvando outros. Cósmico ficou tão chocado que começa a ter alucinações sobre os mortos, que estão vindo assombrá-lo.

E mesmo diante de tamanha tragédia, ainda há vilões que rondam o bom (bom?) andamento das coisas, tal qual abutres sobrevoando carniça. Aqui, o bilionário Leland McCaulley (e seu filho) estão mais preocupados em manter capturados seu rival R.J. Brande do que com a destruição do planeta. Mesmo assim, alguns legionário localizam os sequestrados (entre eles, o Camaleão) e os libertam.

Estréias de Struar Immonen na arte da Legião, onde ganharia notoriedade.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 285


- Legion of Super-Heroes 38 (Dezembro de 1992)
.
Histórias:
.
* "Requiem" - Escrita por Mary Bierbaum, Tom Bierbarum, Keith Giffen, Jason Pearson, desenhada por Keith Giffen e Jason Pearson, finalizada por Karl Story

O fim. O último dia de existência... do planeta Terra.

Não é uma nova ameaça a ser evitada pela Legião dos Super-Heróis, mas um fato, um momento culminante na mitologia dos personagens. O planeta Terra... todo o planeta... encontra seu fim.

Nos últimos anos, a Terra (e seus habitantes) sofreram sob o jugo dos alienígenas domínions. Durante esse reinado de terror, os alienígenas mantinham nos subterrâneos das principais cidades, laboratórios secretos para suas bizarras experiências genéticas.

No final da batalha contra os invasores, onde estes foram expulsos, essas câmaras foram implodidas por um dos integrantes da resistência. Acontece que esses subterrâneos, além dos perigosos materiais alienígenas, continham séculos de detritos e poluição produzidas pela humanidade. Interligadas, essas câmaras começaram uma reação em cadeia e isso causa um colapso ao qual o planeta não irá resistir.

A destruição é iminente e a evacuação da população, TODA a população da Terra, deve ser imediata! Nessa "fuga" uma das idéias, já que não há naves e tempo suficiente para salvar a todos, são domos motorizados que cobrem cidades inteiras. Ao serem acionados, esses domos levam toda a cidade para o espaço, acoplando-se a uma estrutura externa formada por outras grandes cidades. A essa estrutura foi dado o nome de Nova Terra.

Mas esse equipamento, criado para esse fim, foi construído a muitos anos e seus criadores não existem mais. Os operadores existentes, portanto, podem se dizer inexperientes em uma tecnologia que já é ultrapassada. O resultado disso não poderia ser mais catastrófico...

Alguns desses domos, com cidades inteiras, são mal dirigidos e desabam sob a atmosfera, carbonizando milhões de pessoas. Outros simplesmente se chocam uns contra os outros em pleno espaço. As vítimas são inumeráveis.

Os sobreviventes finalmente chegam a estrutura da Nova Terra e assistem, emocionados... seu planeta explodir...

Toda a história é escrita de forma narrada, pelo ponto de vista do repórter Devlin O'Ryan. É como se fosse uma reportagem/editorial sobre os últimos dias da Terra. Um emocionante conto para a despedida de Keith Giffen como escritor da série.
 

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 284


- Legion of Super-Heroes 37 (Dezembro de 1992)
.
Histórias:
.
* "(sem título)" - Escrita por Mary Bierbaum e Tom Bierbarum, desenhada por June Brigman, finalizada por John Dell

Interessante história onde o campo de batalha entre herói e vilões é outro: os bastidores do mundo esportivo profissional.

Astron agora é um famoso e dedicado treinador de beisebol que passa por uma crise quando percebe o quanto o mundo de entretenimento em que vive pode ser sujo. O antigo inimigo da Legião, Zoroastro, agora é um obeso empresário que está envolvido com a corrupção esportiva e sua mais fiel assistente é ninguém menos que Nura Nal, ex-namorada de Astron e ex-legionária anteriormente conhecida como Sonhadora. A importância dela na vida do treinador é tamanha, que seu time se chama Dreamers (Sonhadores).

Curioso notar como Nura já não traz mais a bela forma física de outrora, linda e cheia de curvas, que lhe renderam até mesmo antipatia de alguns legionários. A impressão que se tem é que ela desleixou-se com o tempo, ainda mantendo certa beleza, mas tornando-se obesa e até mesmo excedendo em ser cafona. Apesar de ostentar certa riqueza (exageradamente) a palavra certa para se ter uma idéia do que ela se tornou é... decadência.

Apesar dos Sonhadores serem decidirem o resultado do campeonado favoravelmente, Astro tem que lidar com a presença de sua ex-amada, o ciúmes de sua parceira devido a essa presença e a manipulação de Zoroastro no resultado final.
 

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 283


- Timber Wolf 5 (Março de 1993)
.

Histórias:
.
* "Twentieth Century Wolf, Chapter 5" - Escrita por Al Gordon, desenhada por Joe Phillips, finalizada por Al Gordon, Steve Leialoha, Bob Smith.

Na conclusão da minissérie solo de Lobo Cinzento, um descontrolado e transmutado herói ataca ferozmente Capitão Bandeira. Mesmo com o vilão tendo seus poderes ampliados, a forma feroz de Lobo Cinzento (lembrando a época em que passou transformado como uma fera peluda) dá conta de intimidá-lo.

Descobre-se que a fonte do novo poder do Capitão Bandeira é fornecida pelos domínions através de Aria. Quando o vilão foge de Lobo Cinzento em direção aos seus novos mestres, acaba levando o herói até sua protegida. Após libertar a moça, a nave dos domínions levanta vôo mas se autodestrói, levando o Capitão Bandeira com ela. Tudo isso com Lobo Cinzento tendo tempo de resgatar o bondoso Thrust (aliás, muito diferente do pai, Lobo, já que o jovem demonstra adorar salvar as pessoas).

No final, Lobo Cinzento, agora acompanhado de Aria, deixa o grupo que ajudou desde então, mas com a certeza de que sua fera interior pode, sim, ser usada de forma a ajudar como um verdadeiro herói.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 282


- Timber Wolf 4 (Fevereiro de 1993)
.
Histórias:
.
* "Twentieth Century Wolf, Chapter 4" - Escrita por Al Gordon, desenhada por Joe Phillips, finalizada por Al Gordon

Afim de localizar Aria, a garota que também é conhecida como Gemini, Lobo Cinzento e seus pequeno grupo de amigos do presente acabam batendo de frente com um Capitão Bandeira "vitaminado" com novos poderes.

Thrust parece não ter a mesma selvageria e sorte de seu pai e sempre acaba apanhando muito. Um dos poderes do jovem é absorver as capacidades de quem toca. Isso é útil quando ele absorve os poderes de Lobo Cinzento, duplicando as chances da dupla de vencer. Mesmo assim não é o suficiente.

A tensão da batalha acaba afetando Lobo Cinzento de uma forma que o leva ao limite da selvageria. Sua mutação se acelera física e mentalmente, levando-o a um estágio que pode não ser mais controlado.